Europa

Visto Para Portugal: Como Tirar, Exigências, Documentações, Tipos e ETIAS

Visto para Portugal

Portugal realmente é um destino de se apaixonar, a ponto até de querer morar nesse país. E para os estrangeiros então, o visto, é indispensável para sua permanência.

Pode até parecer burocráticos os processo para conseguir esse documento, porém com as ferramentas certas tudo se torna mais fácil. Por isso, você irá descobrir o passo a passo de como conseguir o visto para Portugal e iniciar essa nova fase. Confira!

Afinal, brasileiro precisa de visto para Portugal?

Essa dúvida geralmente surge porque a maioria já sabe que Brasil e Portugal possuem alguns tratados de acesso de pessoas. 

Isso é realmente verdade, mas a resposta certa para essa pergunta é que brasileiros precisam de visto dependendo da intenção da sua viagem. Se você for a Portugal a passeio, como turista você tem o direito de ficar até 90 dias no país.

Mas se você viajar com a intenção de permanecer em Portugal, seja por tempo determinado ou não, é necessário que se solicite o visto. Isso porque depois desses três meses já é considerado permanência inlegal caso não se tenha o documento. 

Situações em que Portugal exige visto

Como já citamos, Portugal exige o visto, somente quando a intenção da pessoa não é apenas turistar no país. Seja para morar, estudar ou trabalhar, é necessário que se tenha o documento.

Muitos pensam que se for exercer algumas dessas tarefas mas dentro do tempo de 3 meses o visto não será preciso, porém isso é uma mentira. Portugal exige o visto para qualquer circunstância além do turismo.

Sendo assim, também existem vários tipos de visto e com certeza um irá melhor atender às suas demandas. Com diferentes requisitos de permanência que irão garantir sua segurança como imigrante no país.

America Chip: Conexão 5G em Portugal

America Chip Conexão 5G em Portugal

Fique atento à sua conexão durante sua viagem à Portugal. Garanta o seu plano Europa  com conexão 5G limitada ainda no Brasil.

Evite perrengues e compartilhe tudo com seus amigos e parentes com a melhor internet do mercado. Você ainda tem a opção de contratar o seu eSim, uma tecnologia que permite conexão 5G sem a necessidade de um chip físico. Aproveite e compre agora o seu!

Categorias de vistos para Portugal

Existem alguns tipos de visto para Portugal, os quais se encaixam de acordo com as circunstâncias de cada pessoa.

É importante que depois da decisão de se mudar, você analise qual visto é perfeito para sua demanda, dessa forma você garante que sua permanência e mobilidade no país seja mais fácil.

Dessa maneira, os vistos são classificados de acordo com a validade de permanência. Por exemplo, alguns vistos são considerados de curta ou longa permanência. Com isso, separamos os 3 tipos de visto mais procurados pelos futuros moradores das terras portuguesas.

Visto Schengen

O tipo de visto Schengen permite que o estrangeiro fique em Portugal no período de um trimestre.

Algo muito interessante é que para os brasileiros e naturalizados, não há necessidade de possuir esse visto para ficar nesse intervalo de tempo em Portugal.

Basta somente seu passaporte para que você consiga ficar com total acesso durante os 3 meses no país. Mesmo sendo considerado um visto de curto prazo, pode ser muito interessante para aqueles que desejam fazer uma viagem bastante proveitosa no território portugues.   

Visto Temporário

O visto de estada temporária é perfeito para aqueles que precisam permanecer um tempo mais do que 90 dias, mas inferior a 12 meses. Então esse visto tem validade de um ano.

Ele pode ser muito útil para diversas ocasiões. Para quem precisa de fazer tratamento médico ou ser acompanhante de quem está fazendo o tratamento, para aqueles que desejam fazer cursos pequenos de formação profissional ou até mesmo para alguns intercâmbios.

O visto para Portugal também é indicado para pessoas que exercem serviços temporários em algumas empresas ou  trabalhos independentes. É ideal também para atividades extracurriculares e esportivas.

Visto de Residência

Agora se seu objetivo é uma estadia mais longa, o visto para Portugal que melhor irá te atender é o residencial. Esse visto é para as pessoas que desejam ficar no país em um período superior a um ano. Sendo ótimo para se o objetivo é conseguir estabelecer mais raízes em Portugal.

Porém ele não é o mesmo do que ter a nacionalidade portuguesa, mesmo que com esse visto você consiga trabalhar e estabelecer laços mais fortes com o território. 

Leia também: EuroTrip: Dicas de Como Fazer Uma Viagem Pela Europa

Como solicitar o seu visto para Portugal – Passo a Passo

Mas como tirar o visto para Portugal? Seguir passo a passo é importantíssimo para garantir que você consiga obter o visto sem mais burocracias. E de forma bem explicativa, segmentamos cada etapa desse processo.

Acesse o site da VFS Global

O primeiro passo para tirar o visto para Portugal, é feito totalmente online, por meio do site VFS Global. Com esse acesso você dá início a solicitação do documento.

Todo site é composto de páginas bem intuitivas e direcionadas, tornando a muito mais fácil e dinâmico o pedido do visto. 

Escolha o tipo de visto adequado

Logo depois, é importante se atentar a qual visto é ideal para suas demandas. E a observação mais importante, que deve ser feita, é se o tipo de visto escolhido tem uma validade de permanência suficiente para você. 

Sendo que na própria página inicial do site, existe a opção de saber quais são os tipos de vistos disponíveis para Portugal.

Junte todos os documentos conforme o pedido

Os documentos necessários para solicitação do visto para Portugal, ficam disponibilizados em uma lista no site do VFS Global. Sendo que essa lista é específica de acordo com cada tipo de visto.

É importante seguir todas as orientações exigidas, o número de cópias, quantidade de fotos e se os documentos precisam ser originais ou não. Para evitar eventuais transtornos. 

Preencha e assine o Formulário de Pedido

No site você encontrará um Formulário, que deve ser preenchido com total veracidade e por completo.

Nele você precisará disponibilizar informações pessoais de registo, como também de moradia e ao final sua assinatura.

Faça o pagamento das taxas

O pagamento das taxas para ter o visto para Portugal é uma etapa importantíssima do processo. Até mesmo porque somente para visto de pessoas que realizam trabalhos docentes no país são isentos dessas taxas.

A taxa completa é de R$ 723,92, e esse valor deve ser depositado diretamente na boca do caixa – dados bancários disponíveis no site- ou por transferência bancaria, meio PIX.

Envie toda a documentação organizada

visto portugal para brasileiros

Toda documentação deve ser enviada de forma organizada e segmentada como proposto no checklist, é importante que se faça pelo menos uma cópia de cada documento.

Esses documentos podem ser enviados aos postos de análise por meio dos correios ou entregues pessoalmente. Sendo que as cidades que possuem essas sedes são São Paulo/SP, Brasília/DF, Rio de Janeiro/ RJ, Nova Lima/MG e Salvador/BA.

Confira ainda: Como funciona o Roaming na União Europeia e Como Economizar

Principais tipos de visto para Portugal

Além das três categorias de vistos para Portugal, existem mais algumas subclassificações, que são específicas para algumas funções. Isso porque dependendo do que se irá exercer no país, a regulamentação precisa ser bem classificada.

Visto D7 – Rendas próprias

O visto D7 é para aquelas pessoas que possuem rendas próprias. Porém, esse visto para Portugal depende de alguns requisitos. Para que uma pessoa consiga esse visto, ela precisa ter rendas fixas e próprias, aposentados, pessoas que possuem renda por imóveis e estabelecimentos, como também aqueles que são investidores e conseguem ter altos valores. 

Para que esse visto seja solicitado é preciso que a pessoa comprove no mínimo uma renda específica. Portugal pede o valor de um salário mínimo portugues (705 euros), em uma conta bancária portuguesa, respectivo a um ano. Mas existem variáveis para a quantidade de pessoas se for uma família.

Se for somente um adulto é necessário 100% do valor de um salário mínimo português, se forem dois adultos, cada um deve ter  50% do valor e a cada criança é preciso 30%. Lembrando que isso é mínimo para que se consiga o visto D7, se possuir mais que esses valores é importante que ele também entre na cotação. 

Visto D4 – Estudo

O visto de estudante é chamado de visto D4, é como ele que é permitido que estrangeiros estudem em Portugal. E ele é preciso tanto para os que vão ingressar em uma universidade ou cursos longos de intercâmbios e até mesmo cursos de complementação de currículos.

É necessário que para a solicitação o estudante, comprove algumas rendas básicas, para que o país saiba quem irá o sustentar, podendo ser um indivíduo ou até mesmo uma instituição. Sendo imprescindível também os documentos de comprovação da rede de ensino, como uma carta de aprovação da instituição. 

Vale ressaltar que esse visto é somente para os estudos que irão precisar de ficar mais de um ano em Portugal, se for o caso dos estudos levar menos que isso o ideal é o visto de estada temporária  

Visto de trabalho 

Se sua intenção é iniciar uma vida profissional em Portugal, o visto de trabalho é o melhor para você. Com ele você garante que irá exercer funções trabalhistas no país totalmente legalizadas.

Mas algo que vale se atentar é que para a solicitação desse tipo de visto é necessário que se tenha já algo em vista. É preciso que se tenha um comprovante de contratação ou uma promessa de contratação. Isso para certificar que você irá realmente ser contratado em Portugal. Sendo assim, com todos os documentos reunidos basta enviar para a solicitação do visto.  

Visto D2 –  Para empreendedor

Se você for empreendedor e deseja ingressar em Portugal, o visto certo para você é o D2. Para que consiga algumas burocracias são necessárias. Isso porque o país exige uma comprovação de que seu negócio é relevante no novo local.

Portugal também pede para solicitação do visto de empreendedor, que se tenha a comprovação financeira, de sustentação do negócio no Brasil. E também, condição de sustentação pessoal do empreendedor como também para o iniciação e estabilização da empresa em Portugal. 

Visto D3 – Profissionais altamente qualificados

O visto D3 é bem específico, são para pessoas que são profissionais de alta qualificação. Com esse visto é garantida a estadia do mesmo por tempo de exercício da função. Sendo que os profissionais que são considerados são das áreas de TI, saúde,engenheiros, áreas científicas, especialistas entre outros.

Profissionais que são de cargos altos como, chefes, gerentes gerais e direção empresarial e administração superior e todos que são considerados mais elevados em responsabilidades gerais, também podem fazer a solicitação do visto D3.

StartUP Visa –  imigrantes que queiram abrir uma empresa inovadora

Se você tem uma ideia inovadora e quer levar para Portugal, você precisa do visto de StartUp Visa. Esse visto é específico para pessoas que tenham empresas inovadoras no mercado.

Para consegui-lo é um pouco diferente dos demais, antes da solicitação você deve enviar o projeto da ideia da empresa ao IAPMEI que é a Agência para a Competitividade e Inovação de Portugal. E com a aprovação desse órgão é possível conseguir o visto e começar a ingressar com o seu empreendimento inovador em Portugal.

Conheça o novo visto para Portugal: ETIAS

visto para portugal valor

O Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS) é uma nova exigência para cidadãos de países isentos de visto que desejam viajar para o Espaço Schengen, planejado para entrar em vigor em meados de 2025. 

O objetivo do ETIAS é reforçar a segurança nas fronteiras europeias, identificando potenciais riscos de segurança ou migração irregular de visitantes antes de sua chegada. Este sistema faz parte de um esforço maior para modernizar e melhorar os controles nas fronteiras externas da União Europeia.

Saiba mais sobre as 20 Melhores Universidades de Portugal: Bolsas e Como se Candidatar [Guia]

Exigências

Para solicitar o ETIAS, os viajantes devem preencher um formulário online, fornecendo dados pessoais e informações sobre a sua viagem internacional. O sistema realizará checagens automáticas nos sistemas de informação da UE para segurança e gestão de fronteiras.

Se um novo passaporte for emitido, uma nova autorização ETIAS deve ser solicitada. Em casos de informações que não cumprem os requisitos, ou se as condições de emissão não forem mais atendidas, a autorização pode ser revogada ou cancelada.

Obrigatoriedade

Todos os nacionais de países terceiros que são isentos da obrigação de visto para viajar para o Espaço Schengen precisarão solicitar uma autorização ETIAS antes de sua viagem. 

Isto inclui pessoas sem estado, refugiados, e outras categorias específicas de viajantes, desde que eles residam em um país cujos cidadãos estão isentos do visto para Portugal e possuam um documento de viagem emitido por esse país. 

No entanto, o ETIAS não é necessário para cidadãos da UE, do EEE, da Suíça, e de países que têm acordos de isenção de visto com a UE e/ou que não exijam essa autorização para portadores de passaportes diplomáticos, de serviço ou especiais.

Qual a validade?

A autorização de viagem ETIAS tem validade de 3 anos ou até o passaporte associado a ela expirar – o que ocorrer primeiro. Essa autorização é vinculada ao passaporte do solicitante, e uma nova autorização deve ser solicitada caso um novo passaporte seja emitido durante o período de validade do ETIAS.

Vale ressaltar também que, embora o ETIAS ainda não esteja em operação e as aplicações ainda não estejam sendo coletadas, é importantíssimo estar ciente das futuras exigências e preparar-se da maneira correta para a sua viagem à Europa a partir de meados de 2025. 

Fique sempre atento às atualizações oficiais e utilize apenas o site oficial do ETIAS para submeter a sua aplicação, evitando possíveis golpes.

Conheça Matosinhos, Portugal: Custo de vida, Vida Noturna e Dicas de Turismo

Saiba como tirar o novo visto para Portugal

Para solicitar o ETIAS, siga estes passos básicos assim que o sistema estiver disponível (previsto para início de 2025):

1. Acesse o site oficial do ETIAS.

2. Preencha o formulário de solicitação online.

3. Forneça as informações pessoais, detalhes de viagem e responda às questões de segurança.

4. Pague a taxa (gratuita para menores de 18 anos).

5. Aguarde a aprovação, que deve ser processada em até 96 horas antes da viagem.

Saiba quanto custa o ETIAS – visto para Portugal

O custo para solicitar o ETIAS, incluindo para viagens a Portugal, é de 7 EUR. Esta taxa se aplica a todos os viajantes elegíveis entre 18 e 70 anos de idade. Os viajantes menores de 18 anos e maiores de 70 estão isentos dessa taxa.

7 EUR equivalem a, aproximadamente, R$43,40 (abril de 2024).

Quem deve solicitar o ETIAS

Mas, afinal, quem deve solicitar o ETIAS antes de ir a Portugal? Cidadãos de países terceiros que não precisam de um visto para entrar no Espaço Schengen. 

Ou seja: cidadãos de mais de 60 países que atualmente podem viajar para a Europa sem visto para estadias curtas terão que obter uma autorização ETIAS antes de suas viagens. Essa exigência visa reforçar a segurança das fronteiras europeias ao pré-avaliar os viajantes sem visto para Portugal quanto a riscos de segurança ou migração irregular.

O sistema ETIAS não se aplica a cidadãos da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu, da Suíça, e a viajantes que já possuem um visto de longa duração emitido por um Estado-Membro de Schengen. Residentes legais no Espaço Schengen, portadores de passaportes diplomáticos, oficiais ou de serviço, e membros das forças armadas viajando em missões da OTAN ou Parceria para a Paz, entre outros, também estão isentos da exigência do ETIAS.

Para mais informações, consulte a página oficial do ETIAS e verifique as atualizações regulares sobre a implementação do sistema e todos os requisitos de aplicação.

Além do visto para Portugal, saiba quais são os documentos necessários para visitar o país

Para visitar Portugal, além do visto (quando necessário) ou da autorização de viagem ETIAS (para cidadãos de países isentos de visto a partir de meados de 2025), os viajantes devem estar preparados para apresentar alguns documentos às autoridades de fronteira. 

Esses documentos ajudam a garantir que a sua visita a Portugal tenha o turismo (entre outros fins permitidos) como foco principal – e, claro, que você tenha meios suficientes para se sustentar durante sua estadia no país. 

Aqui vão os documentos necessários:

Passaporte válido

O seu passaporte deve ser válido por pelo menos 3 meses após a data prevista de saída do Espaço Schengen. Além disso, ele também deve ter sido emitido nos últimos 10 anos.

Caso você precise tirar o seu passaporte, após o agendamento e a realização da entrevista no posto da Polícia Federal com a entrega dos documentos necessários e o pagamento da taxa de emissão, o prazo para a entrega do passaporte costuma ser informado como até 6 dias úteis. 

Renová-lo também não costuma demorar – mas, claro: não deixe para resolver este tipo de pendência de última hora!

Comprovante de hospedagem

Comprovar a sua hospedagem pode incluir reservas de hotel, a carta-convite de um residente em Portugal (caso você vá ficar hospedado na casa de amigos ou familiares), ou qualquer outra forma de acomodação turística. O objetivo é mostrar onde você ficará hospedado durante sua visita.

Passagens válidas

Ter consigo suas passagens de ida e volta é importantíssimo também – demonstrando as suas intenções de deixar o Espaço Schengen após a sua visita. Isto ajuda a confirmar que você não planeja exceder sua estadia – ou morar em Portugal (apesar da vontade).

Saiba quanto custa para tirar o visto para Portugal

Quando falamos de mudanças e viagens é extremamente importante realizar o planejamento financeiro. Por isso, saber quanto custa tirar o visto para Portugal deve estar nas suas prioridades. Muitos turistas pensam que pela proximidade desse país com o Brasil não há necessidade de arcar com o visto, mas é preciso desembolsar alguns valores para garantir sua estadia.

Basicamente você vai pagar os documentos de transição, todos autenticados e as taxas de emissão de visto. E isso varia também de acordo com o tempo que irá ficar em Portugal. Os valores das taxas são:

  • Visto de Estadia temporária: R$ 554,45 ( 101,48 euros)
  • Visto de Estadia de longa duração: R$ 637,63 ( 116,71 euros)

Esses valores podem sofrer algum tipo de alteração, devido a cotação da moeda na data da sua solicitação. É importante ressaltar que além desse gasto, o imigrante terá que ter uma renda, em depósito ou de cartão de crédito, para garantir que se mantenha por pelo menos 6 meses em Portugal. 

Veja aqui: Países Baixos: História, Cultura, Pontos turísticos e Dicas de Viagem

Dicas de como conseguir o visto para Portugal pelo ENEM

Se você tem o desejo de morar em Portugal, pode realizar essa vontade através do ENEM. O país aceita essa prova como parte do processo seletivo de estrangeiros para algumas universidades, o que é ótimo caso você se interesse em estudar em instituições portuguesas. 

Atualmente, mais de 50 universidades de Portugal realizam o aproveitamento da nota do ENEM. Nessa situação, se conseguir a sua tão sonhada vaga em uma dessas instituições de ensino superior, terá acesso ao visto de residência D4, que é justamente para estudantes. 

Onde tirar o visto para Portugal no Brasil

Está pensando em ficar por mais de 90 dias em território português e não sabe como tirar o seu visto para Portugal no Brasil? Fique tranquilo! Esse documento pode ser solicitado nos Centros de Solicitação de Vistos de Portugal espalhados pelo país. 
Atualmente, há Centros de Solicitação de Vistos de Portugal em: Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, Salvador e Rio de Janeiro. Mas, preste atenção, pois você só pode realizar o pedido de visto no centro que corresponde à sua jurisdição.

Tempo necessário para tirar o visto para Portugal

Os trâmites para solicitar o visto para Portugal vão além do pedido, é preciso que você já tenha todos os documentos registrados em cartório e também o passaporte atualizado. Então, é bom que você reserve pelo menos 3 meses para compilar todas essas papeladas.

Sendo assim, o pedido do visto leva, em média, 60 dias para sua conclusão, sendo a VFS Global. O tempo começa a ser contado, quando a solicitação é confirmada tendo em vista a análise de documentos aprovados. 

Confira os documentos necessários para tirar visto para Portugal

Para que você não fique na dúvida sobre quais documentos são necessários para tirar o visto para Portugal, preparamos uma lista que te auxiliará nesse processo. Porém, vale lembrar, que cada tipo de visto exige algumas comprovações específicas, então se atente a todos os detalhes que você encontra no site da VFS Global.

Os documentos que são precisos em todos tipos de visto são:

  • 2 fotos 3×4 iguais e recém-tiradas;
  • Certidão de antecedentes criminais com Apostila de Haia;
  • Cópia do passaporte;
  • Comprovantes financeiros;
  • Formulário de pedido de visto;
  • Autorização para consulta do Registro Criminal Português pelo SEF;
  • Comprovante de hospedagem( reserva em hotel, contrato de aluguel ou carta convite)

Empresas que fazem assessoria para tirar visto para Portugal

passaporte e visto para portugal

A jornada rumo a conquista do seu visto para Portugal pode ser bem desafiadora devido a burocracia do processo. Exatamente por isso, existem algumas empresas especializadas neste setor que podem facilitar muito a sua vida.

Desta forma, tudo será realizado sem perrengues, sem atrasos ou dores de cabeça. Com a contratação desse serviço você terá a garantia no sucesso da sua solicitação. A seguir algumas das melhores empresas especialistas no assunto:

Cidadania & Visto

A empresa Cidadania & Visto atua há mais de 15 anos no mercado, sendo  especializada em processos de cidadania e visto em Portugal. Com sedes no Brasil e em Portugal, a empresa possui uma equipe altamente qualificada que trabalha em conjunto com o escritório jurídico Advocacia Munhoz & Nogueira Advogados Associados.

Além de advogados, a empresa possui consultores com vasta experiência nesse procedimento e conta com milhares de clientes atendidos em todo o Brasil. Com certeza essa assessoria fará a diferença em todo o seu processo e em breve você terá o seu visto em mãos.

Atlantic Bridge 

A Assessoria da Atlantic Bridge é perfeita para te acompanhar no seu processo de tirar o visto para Portugal. Com um advogado especializado, você terá o acompanhamento desde o início dos trâmites, como indicar e conferir toda a documentação. Garantindo maior agilidade e segurança na sua solicitação. 

Strobel e Santos

Com mais de 800 famílias que tiraram o visto para Portugal, Strobel e Santo é uma empresa já experiente nesse assunto. A empresa possui toda a estrutura para te orientar no processo de imigração, seja para o visto de residência ou estudantil essa agência atende todas as necessidades. Além de ter parceiros que vão tornar tudo ainda mais rápido e prático. Você precisa conhecer mais sobre a empresa líder de Vistos D2 e D7 para Portugal.

Nacionalidade Portuguesa

A Nacionalidade Portuguesa é uma empresa completa quando o assunto é se mudar para Portugal. Ela atende os serviços de tirar o visto até mesmo conseguir a nacionalidade portuguesa. Com planos que atendem a todas as necessidades. Com esta avaliação você ficará super bem informado e instruído durante todo o processo.

Tramujas

A Tramujas é uma equipe especializada em nacionalidade portuguesa. Assim, você terá uma assessoria completa em todo o processo, tanto para as primeiras documentações até a retirada do visto oficial. Algo que facilitará muito sua vida é que a Tramujas possui sedes em todo o Brasil e também em Portugal, melhorando ainda mais os trâmites. Com certeza sua experiência será ainda melhor. 

Sofia Machado

Resolver as burocracias de tirar o seu visto com certeza não será um problema, principalmente se a Sofia Machado Acessórias te auxiliar neste processo. Consolidada há anos no mercado, essa empresa  possui as melhores soluções para garantir que todos os serviços consulares sejam feitos de uma forma prática e ágil. 

E uma das vantagens é que tudo pode ser feito 100% online para o seu conforto com a maior segurança. Tornado assim, o processo é muito mais fácil para você embarcar com tudo nessa experiência inesquecível.

Saiba como tirar o visto para Portugal para crianças

A mudança para um país estrangeiro, muitas vezes, é feita visando melhores condições de vida para toda a família. Porém, o processo para conseguir o visto para Portugal para os filhos costuma gerar diversas dúvidas aos solicitantes. 

No geral, apenas uma pessoa da família tem que solicitar o visto para permanecer por mais tempo em território português. O integrante familiar que deve fazer isso é aquele que será responsável por comprovar a renda para manter todos os membros da família no país. 

O restante dos familiares tem que solicitar o Reagrupamento Familiar. Esse pedido pode ser feito de duas maneiras: com a família ainda no Brasil e apenas o solicitante principal em Portugal, ou todos já estando em Portugal. 

Na primeira opção, o titular, que já está em Portugal com seu visto de residência, deve ir ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), levando os documentos necessários, e pedir o reagrupamento dos seus familiares. Após a aprovação do pedido, aqueles que estiverem no Brasil deverão ir ao consulado mais próximo e solicitar o visto para reagrupamento familiar, apresentando alguns documentos.

Na segunda opção, o requerente desse documento precisa entrar em Portugal junto ao titular do visto, de forma legalizada e, por exemplo, a turismo. Chegando lá, deverá ir ao SEF, fazer a solicitação e entregar a documentação exigida. Vale lembrar que esse procedimento deve ser realizado em até 3 dias úteis desde sua chegada ao país! 

Assim, seus filhos poderão morar em Portugal com você legalmente. Além das crianças sob sua tutela, há outros familiares que conseguem pedir esse documento: 

  • Seu cônjuge
  • Os filhos menores do seu companheiro (mesmo que não seja seu filho biológico)
  • Seus pais ou do seu cônjuge, desde que estejam sob sua responsabilidade
  • Seus irmãos menores que estejam sob sua tutela
  • Seus filhos, ou do seu companheiro, maiores, desde que sejam solteiros e estejam estudando em Portugal

Diferenças entre cidadania e visto para Portugal

 

Cidadania e visto são termos que causam confusão entre quem quer viver em outros países. Ambos dão à pessoa o direito de se manter legalmente naquela nação, mas possuem algumas diferenças que os tornam distintos. 

A cidadania é um documento permanente e que torna seu portador, de fato, um cidadão português. Desse modo, se você tem a cidadania portuguesa, consegue votar e, até mesmo, viajar e morar em outros países da União Europeia. 

Já o visto é mais limitado. Ele não é permanente (apesar de ter a opção de prolongá-lo) e pode ser revogado. Além disso, apenas com essa documentação você não pode morar em nações da União Europeia, somente em Portugal. 

O interessante é que a partir do visto você tem a chance de conseguir a cidadania. Depois de viver em terras portuguesas com seu visto para Portugal nas categorias de residência, por, no mínimo, 5 anos, você pode solicitar a cidadania via naturalização. 

Saiba quem tem o direito a cidadania Portuguesa

Outra dúvida bastante comum é sobre quem tem direito à cidadania portuguesa. Se você ainda não tem certeza se pode solicitar esse documento, veja se enquadra em, pelo menos, um dos casos:

  • Filho, neto ou bisneto de português
  • Residente legalizado que vive a 5 anos ou mais em Portugal
  • Filho maior, de pais estrangeiros, nascido em território português → deve ter vivido na nação por 10 anos
  • Filho menor, de pais estrangeiros, nascido em território português → um dos responsáveis deve estar há, no mínimo, 1 ano no país, de forma legalizada
  • Casado ou em união estável com um português
  • Filho estrangeiro adotado por um português
  • Descendente de judeu português (sefardita)
  • Pessoa nascida em uma ex-colônia portuguesa durante o período em que o território ainda era de Portugal 

Principais vantagens de ter o visto para Portugal

O porquê de se ter um visto para Portugal e quais vantagens essa documentação oferece é um questionamento recorrente. Ele é requerido pelo país para que se tenha maior controle sobre quem está indo ao território português. Assim, é possível proporcionar mais segurança tanto para os cidadãos quanto para os imigrantes. 

Tendo o visto para Portugal, você tem a vantagem de residir no país legalmente, sem ter o risco de ser deportado e sem viver com a insegurança e o medo de ser descoberto a todo momento. Assim, você terá uma vida com maior qualidade, comodidade e tranquilidade. 

Visto para Portugal: Melhores cidades para morar 

Agora que já sabe as informações para tirar seu visto para Portugal e viver nesse país, é preciso escolher o lugar em que irá residir. Por isso, descubra quais são as melhores cidades portuguesas para morar!

Lisboa

Sendo a capital de Portugal, já dá para imaginar como é Lisboa: agitada, populosa e economicamente movimentada. Ela é uma cidade que tem pessoas de todos os cantos do mundo e uma cultura muito rica. Também é segura e possui boa infraestrutura e oportunidades de emprego. 

Porto

Porto é uma mistura deliciosa entre agitação e calmaria. Ela é a segunda cidade mais populosa do país e possui um comércio forte, mas, por outro lado, mantém seu aspecto interiorano. Por lá, você terá qualidade de vida e muitas chances no mercado de trabalho.

Coimbra

visto para portugal trabalho

Conhecida por ser uma cidade universitária, devido à famosa Universidade de Coimbra, a histórica e cultural Coimbra é uma excelente opção para você e sua família. Além de ter uma das universidades mais renomadas e prestigiadas do país, essa cidade oferece muito conforto, atrações culturais e empregos aos seus residentes. 

Cascais

Localizada próxima à Lisboa, Cascais é uma linda e tranquila cidade portuguesa. Ela é ideal para famílias, por ser muito calma, contar com praias belíssimas e diversos ambientes ao ar livre. 

Portimão

Portimão é uma cidade portuária e fica na região do Algarve. Essa área é conhecida por ser muito boa para viver a vida de aposentado e aproveitar as maravilhosas praias portuguesas. Seu centro histórico é bem interessante, e a cidade também é explorada para a prática de esportes. 

Albufeira 

Albufeira reúne tudo que há de melhor em uma cidade: praias fantásticas, vida noturna movimentada, arquitetura linda, tranquilidade e qualidade de vida. Também localizada na região do Algarve, Albufeira é um dos principais destinos portugueses escolhidos para as férias de verão. Essa cidade é acolhedora e te encantará. 

Visto para Portugal: Tire todas suas dúvidas

Mesmo depois de tantas informações sobre o visto para Portugal, talvez você ainda tenha alguns questionamentos relacionados ao documento. Então, tire todas as suas dúvidas!

Quem não pode tirar o visto para Portugal?

Não há, ao certo, uma lista de quem não pode tirar o visto para Portugal. No entanto, existem situações que podem fazer seu visto ser negado. Se você não entregar as documentações exigidas, se tiver algum antecedente criminal grave, se demonstrar nervosismo e incoerências durante a entrevista… Há inúmeros cenários possíveis para a negação de um visto. A maioria delas irá depender da interpretação/avaliação do responsável consular.

Leia também: Montenegro: Lugares Turísticos, História, Localização e Dicas de Viagem

Quem não precisa ter visto para viver em Portugal?

As pessoas que não precisam ter visto para viver em território português são aquelas que possuem cidadania portuguesa ou de algum outro país da União Europeia.

Toda viagem para Portugal precisa de visto?

Como mencionado anteriormente, brasileiros não precisam de visto para ir a Portugal a turismo, caso a duração da viagem seja de até 3 meses. Isso acontece porque o país faz parte do Espaço Schengen e segue os acordos feitos no Tratado de Schengen. 

Conclusão

Para grandes decisões é necessário além de coragem está bem informado, por isso sabemos que com essas informações ficou mais fácil tirar seu visto para Portugal.

E é assim que a América Chip tem o compromisso de te levar cada vez mais longe, por meio da comunicação, fazendo você alcançar seus objetivos. Continue nos acompanhando nas redes sociais e nos marque em todas as publicações.

Comentários:

34 thoughts on “Visto Para Portugal: Como Tirar, Exigências, Documentações, Tipos e ETIAS

  1. João Cury says:

    1) Eu , minha companheira de união estável e nossa filha solteira dependente de 24 anos podemos tirar o visto D7 aqui mesmo no Brasil?
    2) De posse do visto D7 seremos obrigados a frequentar Portugal com qual regularidade?
    3) Com o visto D7 poderei abrir uma conta bancária presencialmente em Portugal? Neste caso eu teria que ter um endereço residencial fixo lá?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá João, tudo bem? Bom o primeiro passo é você contactar o consulado de Portugal aqui no brasil, procurando por Serviços Estrangeiros e Fronteiras ( SEF), a situação financeira e de residência dos requerentes também será de suma importância. Você não é obrigado a manter uma frequência específica, porém é importante ficar atento no período inicial de permanência encontrado no visto D7. Sim, é possível abrir uma conta bancária tranquilamente com endereço local.Boa sorte e sucesso!Abraços.

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Vitor, tudo bem? O processo é longo e burocrático, mas com planejamento, organização e perseverança você vai conseguir. Boa sorte!

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá Vitor, tudo bem? Ao fazer o pedido de visto é importante ressaltar alguns pontos que devem ser seguidos, tais como, passaporte válido, preencher o formulário de visto, comprovante de rendimentos financeiros, comprovante de hospedagem, seguro viagem, taxa de visto, entrevista consular preenchida e aprovada e prova de vínculo com alguém ou empresa que irá visitar ou trabalhar. Já é um bom começo nessa jornada rumo a outro país. Boa sorte, boa viagem e até mais!

  2. VALTAIR GODOIS says:

    Boa tarde, Estou programando um viagem para portugal, vou receber a carta convite, ficarei menos de 20 dias, preciso tirar visto?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi, Valtair, tudo bem com você?
      Todo cidadão Brasileiro pode permanecer em Portugal por até 90 dias como turista ou para fins de negócios e em outros países do Espaço Schengen. Ressaltando que mesmo assim você precisa de alguns requisitos documentais , tais como:
      Passaporte válido, apresentação dos meios de subsistência, comprovação de hospedagem, passagem de retorno, seguro viagem. Fique atento às atualizações dos requisitos de viagem e boa estadia
      Um forte abraço !!

  3. ANNA RAFFAELA DE MATOS COSTA says:

    Gostaria de saber como brasileiros residindo em outro país na europa pode tirar o visto para portugal?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá Anna, tudo bem? Sim todos os Brasileiros devem tirar o visto através do ETIAS, essa nova norma que já começa a valer em Maio de 2023. Mas você deve considerar duas informações básicas: se seu visto de residência é permanente ou temporário, devido a seu tempo de concessão.
      Com o permissão de residência temporária o período é de até 06 meses consecutivos e 08 meses intercalados, e com a permissão de residência permanente a duração de ausência é de 24 meses seguidos ou 30 meses intercalados. E ainda existe uma forma mais maleável se sua necessidade for de trabalho, que deverá seguir outros padrões segundo a sua necessidade. Boa sorte e grande abraço!

  4. Vanessa Fernandes says:

    Bom dia, sou de Barra do Piraí RJ, qual visto preciso para permanência de 12 meses para atividades esportiva ( futebol) ?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Vanessa, tudo bem?
      Creio que o ideal para você é o “Visto de Estada Temporária” destinado às pessoas que vão se manter em Portugal por um tempo inferior a 12 meses. Entre as finalidades dente visto está a Atividade esportiva amadora. Boa sorte. Grande abraço!

        • Rodrigo Magalhães says:

          Olá Vitor, tudo bem? Sim, esse visto não é inerente a carta convite, é ideal ter para evitar quaisquer burocracias ou situações constrangedoras. Mas tirando isso, aproveite bastante sua viagem! Grande abraço!

  5. Mateus morais says:

    Estudo gastronomia estou me formando agora quero ir morar em Portugal
    Para estudar e trabalhar como eu faço poderia me auxiliar ?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Mateus, tudo bem? Você deve buscar um programa de intercâmbio. A legislação permite que você faça a troca de sua autorização de estudos para uma autorização especial para buscar um emprego em sua área de formação, ela possui ano de validade. Boa sorte e sucesso!

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Raine, tudo bem?
      Os vistos de residência destinam-se a todos que irão para Portugal exercer atividades cuja estadia superior a um ano.
      O processo e documentação necessária estão diretamente ligados aos motivos de sua ida e permanência por lá, que podem ser relacionados à atividade profissional, imigrantes empreendedores e Start up visas, a atividade docente, investigação, estudo, intercâmbio, entre outras. Minha dica é avalie o seu motivo e busque no consulado informações específicas sobre o visto que precisa.

      Grande abraço!

  6. Gilson Macedo says:

    Olá. Sou advogado no Brasil e tomei conhecimento de que, como causídico, posso exercer a função em Portugal sem necessidade de algum teste revalidador. Parece ser situação que se encaixa no visto D3. Além dos documentos citados na matéria acima, quais outros requisitos para conseguir o visto? Nesse caso é menos ou mais burocrático?

    Grato.

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá Gilson, tudo bem?
      O advogado brasileiro pode advogar em Portugal com bastante facilidade e, para isso, basta apenas se inscrever na Ordem dos Advogados (OA) do país.
      Como profissional altamente qualificado creio que o visto D3 é o mais adequado para você.
      Lembrando que com o D3 também é possível pedir o Cartão Azul da União Europeia (UE), uma Autorização de Residência para profissionais altamente qualificados, válida na União Europeia.
      A retirada deste visto também requer alguma burocracia, por isso se prepare para ela. Para obter o visto D3 é preciso fazer a solicitação ainda no Brasil, por meio da VFS Global. O passo a passo do pedido é o seguinte:
      Acesse o site da VFS Global e verifique quais são os documentos exigidos para o pedido do visto D3;
      Providencie toda a documentação necessária;
      Verifique qual escritório da VFS Global atende a sua área de residência, conforme a lista de jurisdição disponível no site;
      Faça o download do formulário do pedido de visto e de duas vias do checklist de documentos;
      Pague a taxa do pedido de visto e demais serviços, se forem utilizados (A VFS não aceita pagamento feito em caixas eletrônicos ou por transferência bancária);
      Preencha os formulários, reúna a documentação (na ordem listada no checklist), fotos e comprovante original de pagamento;
      Encaminhe todos os documentos para a empresa, tendo especial atenção às regras de envio.

  7. Débora says:

    Qual melhor opção de visto para estudar 6 meses em Portugal?
    E precisa tem a passagem para solicitar o visto?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Débora, tudo bem?
      Então… o visto temporário é destinado a atividades estudantis, pesquisa ou cursos que duram menos de 12 meses. Nessa situação se enquadram:
      – Permanência por períodos superiores a 3 meses;
      – Frequência de programas de estudos;
      – Intercâmbio;
      – Estágio profissional não remunerado;
      – Voluntariado;
      – Curso em uma instituição de ensino ou de formação profissional.
      Boa sorte e grande abraço!

  8. Maria de Fátima da Silva says:

    Olá sou de Pernambuco gostaria de saber qual visto apropriado para mim que sou cuidadora de idosos?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Maria de Fátima, tudo bem?

      Então isso depende do motivo que vai te levar aos EUA.Veja os tipos e os motivos ligados a eles:
      – Tipo B-2 (Turismo ou Tratamento Médico)
      – Tipo J-1 (Intercâmbio)
      – Tipo F-1 e Tipo M-1 (Estudantes)
      Existem vários outros tipos, mas o que determina é você e o seu motivo para viajar.
      Grande abraço e boa sorte!

  9. Luana Lopes do Amaral says:

    Boa noite
    Quem já tem contrato de prestação de serviço e carta convite e vai pedir o visto D2 no formulário de pedido de visto no campo 33 o que eu marco…. Pq na carta convite é só p comprovar alojamento

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Luana, tudo bem?
      Preciso que me fale o que pede no campo 33. Realmente a carta convite só serve mesmo para comprovar alojamento.
      Me dê mais informações e vou tentar te ajudar.

  10. Nayra Luanna Nogueira says:

    Olá, boa tarde! Moro no México. Por favor, como faço para obter visto por trabalho remoto? Quais são os documentos necessários? Obrigada

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Nayra, tudo bem?
      Então… nos casos de trabalhadores com contrato de trabalho (de forma subordinada), estes são os requisitos:
      Contrato de trabalho;
      Promessa de contrato de trabalho;
      Declaração de empregador a comprovar o vínculo laboral.
      Na situação de exercício de atividade profissional independente, um dos seguintes documentos é exigido, seja ele:
      Contrato de sociedade; ou
      Contrato de prestação de serviços; ou
      Proposta escrita de contrato de prestação de serviços; ou
      Documento demonstrativo de serviços prestados a uma ou mais
      entidades.
      Além disso:
      Comprovativo de rendimentos médios mensais auferidos nos últimos três
      meses de valor mínimo equivalente a quatro remunerações mínimas
      mensais garantidas.
      Documento que ateste a sua residência fiscal.

      Grande abraço, espero que dê tudo certo!

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá Fidel, como vai?
      As etapas para conseguir visto mesmo temporário são as seguintes:

      solicitação de visto via formulário;
      pagamento de taxa;
      agendamento de etapas presenciais (CASV e Consulado ou Embaixada);
      entrega de documentos físicos e entrevista;
      coleta ou envio do passaporte com o visto estampado.
      Boa sorte!

    • GILZA says:

      Rodrigo, tudo bem?
      Trabalho com estética, sou cabeleireira, tenho um salão em Teresina, gostaria de saber mais informações sobre o visto de trabalho para autônomo em Portugal e pretendo colocar um salão de estética, qual o tipo de burocracia e o valor mínimo? Para abrir uma empresa pequena em portugo.

      • Rodrigo Magalhães says:

        Olá Gilza, tudo bem ? Primeiro você deve preencher um formulário chamado, Autorização de Residência para Atividade Profissional Autônoma, apresentar documentos comprobatórios a exemplo, um passaporte válido, Certidão de Inscrição no Registro Nacional de Pessoas Singulares. A partir daí você deve seguir todas as etapas necessárias. Boa sorte!

  11. Helia pinto says:

    Sou de Guiné-Bissau.
    Moro no Brasil desde 2013.
    Gostaria de saber .
    Trabalho com penteado de cabelos afro e pretendo morar la e trabalhar nesse ramo.
    Por isdo preciso saber cpmo faco pata consegui um visto.
    Tenho parentes que moram la de onicio vao me da moradia.
    Aguardo um retorno
    Helia pinto.
    Obrigado.

    • Rodrigo blog says:

      Oi Helia, como vai?
      No caso para você o ideal seria o visto de empreendedor, Visto D2. Ele é destinado
      aos imigrantes que pretendem abrir um negócio em Portugal e também para freelancers e nômades digitais. Para obter o visto, é preciso comprovar que a atividade pretendida é relevante para o país. Além disso, também é preciso demonstrar que você tem capacidade financeira para o empreendimento durante o tempo que vai viver no país.
      No caso do visto de empreendedor, é preciso apresentar a documentação básica do pedido de visto e os documentos referentes ao negócio, como comprovantes de investimento e registro da empresa (caso ela já exista).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Chip de Celular Croácia: Planos, Conexão 5G, Como Adquirir e Vantagens

Vai Viajar? Simule seu plano de internet

arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png

Conheça o melhor Chip de Celular Escócia: Planos e 5G Ilimitado

Sobrenomes Franceses: Origens, Significados e Curiosidades

Leia mais

Conheça Portland, a peculiar cidade do Oregon que une paisagens naturais únicas e uma cidade cheia de vida.  Uma cidade onde rios se entrelaçam por toda sua extensão não poderia criar um cen(...)

Leia mais

Conheça o melhor da Croácia conectado com o melhor 5G da Europa, proporcionado pelo Chip de Celular Croácia da America Chip.  A Croácia é o destino dos sonhos de milhares de viajantes ao red(...)

Leia mais

Mergulhe no universo dos sobrenomes italianos, desvendando suas origens, significados e entendendo como eles podem ser a chave para a solicitação da cidadania italiana. A Itália carrega sobrenome(...)

Leia mais

Conheça o Chip de Celular Bélgica da America Chip e garanta que a sua próxima viagem internacional seja ainda mais inesquecível. É fácil fazer com que uma viagem internacional e, principalmente, (...)

Leia mais

Imagine só: visitar a Alemanha conectado com o melhor 5G do país, acesso ilimitado à internet e um plano personalizado feito especialmente para você? Descubra como através do Chip de Celular Alem(...)

Leia mais

O Chip de Celular Escócia fará toda a diferença na sua próxima viagem ao Reino Unido – mas, para que isso aconteça, você precisa conhecer a America Chip. O Reino Unido é um destino imperdív(...)

Leia mais

Trabalhar em Portugal é o sonho de muitos brasileiros. Porém, com o aumento do custo de vida, será que ainda vale a pena? Desde o dia 1º de janeiro de 2024, o salário mínimo em Portugal é de € 82(...)

Leia mais

Salt Lake City é a capital de Utah, estado dos Estados Unidos, sendo a cidade mais populosa dessa unidade federativa.  Se está planejando fazer uma viagem, provavelmente já considerou visita(...)

Leia mais
Clique aqui e tire suas dúvidas 24h