Planejamento

Cidadania Italiana: Como Funciona e Quem Tem Direito [Guia]

07 de janeiro de 2023

A cidadania italiana dá a quem obtém o passaporte italiano os mesmos direitos que os nativos italianos possuem. Para muitos, essa conquista é considerada a realização de um sonho.

Porém, o processo pode ser burocrático e demorado. Muitas pessoas buscam auxílio de empresas especializadas para alcançar este objetivo. Se você tem interesse em conquistar sua cidadania italiana, este é o guia perfeito para você. Hoje, você vai saber tudo sobre como funciona e quem tem direito a se tornar um cidadão da Itália. Confira!

Entenda quem tem direito à cidadania italiana

A legislação italiana concede o documento às pessoas que conseguem provar, por meio de documentos, que têm relação parental com cidadãos italianos, ou seja, quem possui italianos na árvore genealógica. 

Muitos brasileiros têm direito à cidadania Italiana e, segundo o UOL, a Itália é o país da União Europeia que mais concede passaporte aos brasileiros.

Reforma no processo de cidadania italiana de 2022

Já sabemos que conseguir seu jus sanguinis trará muitos benefícios para você e sua família e, inclusive, poderá facilitar suas viagens. Mas, para ter acesso aos benefícios, é necessário estar a par das burocracias necessárias para obter a sua cidadania italiana.

Por ser um processo cheio de detalhes, você precisa estar sempre se atualizando sobre as reformas que acontecem. Por isso, além de dar a você as melhores dicas sobre como conseguir sua cidadania italiana, a América Chip ainda te informa, de forma atualizada, sobre as reformas que aconteceram no processo. Confira!

As mudanças na Lei

As mudanças entrarão em vigor a partir do primeiro dia do mês de Julho de 2022 e foram aprovadas pelo Parlamento Italiano.

A primeira mudança na lei é que, anteriormente a essas mudanças, o Tribunal de Roma – capital da Itália-  era responsável por todos os processos de cidadania italiana. Agora, cada processo será feito em um tribunal diferente, já que dependerá da cidade capital da região de nascimento do seu Dante Causa (o seu antepassado italiano). Então, se seu Dante Causa nasceu em Milão, o Tribunal de Milão coordenará seu caso. Essa mudança não se aplica para quem já tem o processo em andamento ou para quem entrará com o processo nos meses anteriores à reforma.

Principais benefícios da reforma

Um dos benefícios dessa reforma é que os processos de obtenção da sua dupla cidadania italiana acontecerão de maneira mais ágil. 

Por outro lado, como serão vários tribunais envolvidos, há uma maior chance de que decisões diferentes sejam tomadas para casos parecidos que tramitam em regiões diferentes.

Entretanto, a vantagem continua. As probabilidades afirmam que os processos poderão acontecer 40 por cento mais rápido que antes.
Com essas mudanças, pode ser que você esteja na Itália antes do que você esperava. Então, já prepara o melhor chip internacional para não ficar desconectado lá na Itália. Temos os melhores planos para você!

Chip Internacional para utilizar na Itália

Antes de fixar moradia na Itália você vai precisar realizar algumas viagens para organizar a mudança. Será necessário escolher a casa, a escola das crianças, etc. 

Nesta hora, ficar sem conexão pode ser um grande problema. O chip Internacional ideal para utilizar na Itália é o Chip Europa que oferece a você ligações e internet 4G ILIMITADA com preços a partir de U$40. Confira!

Saiba como funciona o processo de cidadania italiana 

O processo é demorado e bem burocrático. Pode ser feito tanto no Brasil, quanto na Itália. É baseado na apresentação de documentos oficiais que comprovem que o candidato à cidadania tem descendência com um cidadão italiano, independentemente da distância parental.

Esse processo tem diferentes caminhos para acontecer. Listaremos e explicaremos aqui cada um deles! 

Processo de cidadania via naturalização por casamento

cidadania italiana por casamento

Se o seu cônjuge tem cidadania italiana, você tem direito a se naturalizar através do casamento. Mas alguns requisitos devem ser considerados: você só conseguirá sua cidadania italiana se for casado no civil e tiver pelo menos um ano e meio de matrimônio, com filho(s), ou três anos de matrimônio, caso não possua filhos com o cônjuge.

Além disso, desde 2018, é necessário ter certificado B1 de proficiência em Italiano.

Vale lembrar que a cidadania italiana por casamento é uma concessão do governo, não um direito de sangue. Então, o governo pode negá-lo.

Processo de cidadania via consulado

Esse modo consiste em entrar na fila do consulado Italiano, montar o processo, apresentar ao Consulado e, em caso de aprovação da sua cidadania italiana, solicitar o passaporte. Todo o processo é feito no Brasil.

Processo de cidadania via comune

Também há a opção de realizar o pedido de cidadania italiana na Itália. Nesse caso, você deve preparar os documentos no Brasil e viajar para a Itália para registrar residência. Estando na Itália, um policial irá fazer uma visita para controlar a residência. Então, após isso, você pode entregar os documentos ao Comune – equivalente aos municípios no Brasil. 

Por fim, após toda a documentação ser avaliada, se você receber o Certificado de Não Renúncia, você poderá assinar o livro de registros e solicitar o seu passaporte italiano!

Processo de cidadania via ação judicial

Um híbrido entre Brasil e Itália: é assim que poderia ser descrito o processo de cidadania italiana via judicial. 

Aqui no Brasil, você deve preparar os documentos exigidos e enviar ao seu advogado especializado na Itália. O profissional entrará com a ação no Tribunal de Roma. Após sentença judicial positiva e transcritas as certidões no Comuni,você poderá se inscrever no AIRE (Cadastro de Italianos Residentes no Exterior) e solicitar seu passaporte italiano no Brasil.

Documentos necessários para o processo de cidadania

cidadania italiana quem tem direito

Podemos perceber que você se interessa em conseguir sua cidadania Italiana. Quem sabe até para seus filhos também. Então, por reconhecer a complexidade do processo, a América Chip quer te ajudar! Aqui, listaremos os documentos oficiais necessários para o processo:

  • Certidão italiana do seu antepassado;
  • Certidões brasileiras de todas as pessoas que participam da linhagem entre o antepassado e o candidato;
  • Certificado de casamento da linha de descendentes;
  • Certidões de óbito (caso o antepassado já tenha falecido);
  • CNN – Certidão Negativa de Naturalização do seu antepassado nascido na Itália;
  • Tradução juramentada e apostilamento das certidões brasileiras.

Embora seja possível reunir a documentação por conta própria, fazer uso de uma assessoria pode ser interessante para facilitar a sua vida e a de toda sua família durante o processo!

Dicas para facilitar a retirada da cidadania italiana

Como citado anteriormente, o processo de retirada da cidadania italiana não tem um prazo exato de duração, podendo chegar a 15 anos de espera. Isso faz com que várias pessoas desistam dessa dupla cidadania. 

Quando essa solicitação é feita no Brasil, esse trâmite tende a durar bem mais. Assim, uma dica é ir à Itália para adiantar a retirada. Certamente, isso não é a solução mais econômica, porém, se precisar dessa documentação de forma rápida, vale a pena o investimento. 

A preparação dos documentos que provam o seu direito à cidadania italiana também é crucial. Inicialmente, monte sua árvore genealógica, tente encontrar a certidão de nascimento do seu antepassado italiano e procure informações sobre ele. Assim, já terá uma boa base para desenvolver a retirada dessa documentação. 

Essas dicas podem até não facilitar em questões financeiras, mas não há dúvidas de que elas aceleram e contribuem para o andamento do processo. 

Outras formas de conseguir cidadania italiana

Além das maneiras apresentadas até aqui para conseguir a cidadania italiana, há outras formas de alcançar esse feito. Descubra quais são!

Por filiação

Apesar de também terem acesso ao “Jus Sanguinis”, filhos de italianos conseguem a documentação de maneira mais prática e menos burocrática. Esse pode ser o seu caso ou do seu filho (se você ou seu parceiro for de origem italiana). 

Nessa forma, você precisa se atentar a qual categoria sua situação se encaixa. Elas são: filho menor de 18 anos, filho maior de 18 anos, filho natural e filho adotivo. Assim, é necessário buscar informações sobre cada uma delas, para saber como proceder. 

Por tempo de residência

Para estrangeiros que já vivem na Itália mas ainda não possuem a cidadania, uma alternativa é consegui-la por tempo de residência. Porém, tem que provar que reside em território italiano legalmente e, pelo menos, há 10 anos.

Além dos documentos comprobatórios, é preciso ter conhecimento da língua italiana e comprovação de renda e não ter antecedentes criminais. O pedido é avaliado pelo Ministero dell’Interno, órgão administrativo responsável pela concessão de cidadania. A resposta demora, em média, 2 anos. 

Diferenças entre visto italiano e cidadania italiana 

Tem como conseguir a cidadania italiana de graca

Os termos “visto” e “cidadania” costumam ser confundidos. Isso porque eles oferecem alguns benefícios em comum, como uma longa estadia legalizada no país.  

Porém, a cidadania faz com que a pessoa passe a ter os mesmos direitos e deveres dos cidadãos daquele lugar. Ela passa a ter um passaporte diferenciado e acesso a diversos benefícios que os cidadãos nativos também têm. 

Já o visto não tem essa característica, ele só permite, basicamente, que a pessoa more no país por mais tempo, sem correr o risco de ser deportada e ter outras consequências relacionadas à imigração. Inclusive, devido ao Acordo de Schengen, brasileiros não precisam de visto se forem ficar até 90 dias na Itália! 

Saiba onde você pode morar com a cidadania Italiana

Com a cidadania italiana, você pode não apenas morar na Itália, mas também em toda a União Europeia! Assim, Espanha, França, Portugal, Alemanha, Bélgica e vários outros países passam a estar disponíveis para você. 

Porém, se o seu interesse continua sendo a Itália, há opções ótimas por lá. Além das cidades já citadas acima, como Trieste e Florença, o território italiano possui outras localidades lindas e que oferecem qualidade de vida. 

Entre elas, estão algumas das principais cidades do país: Nápoles, Ravenna, Turim, Verona, Pompeia, Genova, Andria, Crotone, Taormina, Torre del Greco e La Spezia. Você terá possibilidades surpreendentes e impressionantes por lá! 

Oportunidades de emprego para quem tem a cidadania italiana 

Uma das maiores motivações de quem inicia o processo da cidadania italiana é a busca por melhores oportunidades de emprego. Com essa documentação, a melhor vantagem é que você pode trabalhar em toda a União Europeia, sem precisar de visto. Dessa forma, suas chances de conseguir um bom trabalho aumentam bastante!

Áreas de maior contratação

As profissões que estão em alta sempre despertam o interesse e a curiosidade dos futuros imigrantes. Por isso, aqui está uma visão geral sobre as áreas de maior contratação na Europa!

O mercado de trabalho não é homogêneo em toda a União Europeia. Então, é interessante pesquisar as tendências de emprego na região em que você deseja viver. No geral, de acordo com a Eurostat, essa porção europeia tem procurado muito esses profissionais: técnicos de informação, engenheiros, auxiliares de cozinha, artesãos, gerentes de hotelaria e cientistas. 

Já a Itália, em específico, por causa do envelhecimento populacional, tem buscado profissionais estrangeiros de inúmeras áreas. Lá, as que mais se destacam são: tecnologia de informação, marketing, gastronomia, turismo, hotelaria, mídias sociais, notário/tabelião, saúde (principalmente médicos), advocacia e engenharia. 

Vale ressaltar que, mesmo se esses não forem seus setores de atuação, é bem provável que você encontre oportunidades trabalhistas nesses países. Porém, você terá que fazer boas e detalhadas pesquisas, para que ache vagas na cidade de interesse.

Melhores empresas de assessoria para cidadania italiana

Como já foi possível perceber durante a leitura do texto, conseguir sua cidadania italiana te fará passar por várias burocracias e reunir muitos documentos. 

Por isso, muitas pessoas escolhem contratar uma assessoria especializada em ajudar pessoas como você, que tem um antepassado italiano, a conseguir êxito no processo.

Nesse sentido, encontrar a melhor assessoria nem sempre é uma tarefa fácil. Por isso, estamos aqui para te apresentar empresas de confiança que te trarão facilidade na busca da sua cidadania italiana!

Instituto Cidadania Italiana

A primeira opção que apresentaremos é o Instituto Cidadania Italiana, essa assessoria trabalha com todos os tipos de processos, exceto o matrimonial que, como já vimos, é um caso à parte. 

A assessoria te ajudará a reunir os documentos, tanto se você quiser iniciar o processo no Brasil, quanto na Itália. Também organizará os documentos reunidos e encaminhará aos órgãos competentes. Tudo isso para que você obtenha as vantagens da sua cidadania italiana de maneira mais tranquila!

No site deles, você pode se inscrever na Newsletter ou entrar em contato para obter mais informações.

Empresa Ferrara Cidadania Italiana

A Ferrara Cidadania Italiana é outra assessoria muito boa. Além de todos os processos que o Instituto Cidadania Italiana realiza, ela também assessora na obtenção da cidadania italiana por casamento e para seus filhos!

Além disso, com a Ferrara você poderá fazer a tradução dos seus documentos.

Nostrali

A Nostrali é uma das maiores empresas do mercado e tem um diferencial de possuir acomodações próprias na Itália, então, no momento em que o processo da sua cidadania italiana exigir que você vá para a Itália, a Nostrali também poderá te ajudar com a sua acomodação.

Possui escritório na Itália e no Brasil, mais especificamente em Caxias do Sul e na Serra Gaúcha.

Celestino

A Celestino é outra assessoria de boa qualidade. Diferentemente das outras aqui citadas, ela não é focada somente em cidadania italiana, sendo auxílio também em outras documentações internacionais.

Cuidados ao contratar uma assessoria para cidadania italiana

Cuidados ao contratar uma assessoria para cidadania italiana

Contratar uma assessoria é escolher investir um valor maior em busca de ter que enfrentar menos burocracias e ter maior chance de sucesso no processo para obtenção da cidadania italiana. 

Portanto, é necessário tomar alguns cuidados ao contratar uma assessoria, para que ela seja de boa qualidade e confiança e para que não te traga prejuízos e problemas ao invés de trazer ajuda.

Promessas de prazos muito curtos

Se durante suas pesquisas uma empresa de assessoria te prometer prazos muito mais curtos do que todas as outras empresas, desconfie. Pois, apesar de empresas de maior qualidade geralmente conseguirem fazer os processos com mais agilidade, todas elas têm uma limitação, que é são os próprios tribunais italianos, que têm um excesso de casos para analisarem.

Não é atoa que as mudanças na lei aqui citadas têm como um dos objetivos fazer com que os processos  sejam concluídos em um tempo menor. Ou seja, é evidente que a duração vai muito além da qualidade da assessoria que você contratou e, portanto, acreditar em prazos muito menores pode te trazer problemas.

A assessoria deve atuar dentro da Lei K28

A Circular K28 é, sem dúvida nenhuma, o documento mais importante para conseguir a cidadania italiana. Ela é essencial pois é responsável por explicar aos próprios funcionários públicos da Itália a maneira como devem ser realizados os processos de reconhecimento do jus sanguinis.

Então, não acredite em promessas de atalhos fora da Lei K28. Não existem atalhos para a lei, muito menos atalhos para conseguir uma dupla cidadania, que é algo tão sério e burocrático.

Foi te oferecido um atalho ou qualquer outro serviço fora da K28? Desconfie! Pois as chances de você estar embarcando em um problema ao invés de em uma facilidade são imensas.

Pesquise boas referências

Atualmente, existem muitos canais de Youtube, blogs, perfis de Instagram e grupos de Facebook que falam dos mais diversos assuntos e que podemos acessar com muita facilidade em qualquer lugar que tenha uma conexão de internet. 

Com a cidadania italiana não é diferente, pois como já foi dito, a Itália é o país que mais concede cidadania para Brasileiros. Então, existe uma quantidade muito grande de conteúdo relacionado a esses temas e muitas pessoas estão na internet para realmente auxiliar os que precisam. Então, entre em contato com esses novos cidadão italianos que estão na internet, tire dúvidas, dívida experiências e pergunte sobre a assessoria utilizada por eles.

Outra opção é observar se existem muitas reclamações sobre as assessorias nas páginas de reclamação e também procurar conhecidos que tenham cidadania italiana e que possam tirar suas dúvidas.

Dessa forma, as chances de contratar uma equipe de qualidade serão bem maiores e, logo, sua cidadania italiana virá de maneira leve e sem complicações!

Melhores lugares da Itália para viver

Após conquistar a sua tão sonhada cidadania italiana, resta agora, escolher o melhor lugar para morar neste país realmente incrível.Confira as melhores cidades italianas para chamar de lar.

Cidades do Norte

A região Norte da Itália é a mais desenvolvida do país, tendo, portanto, mais oportunidades de emprego, universidades renomadas e altos índices econômicos. Entre as cidades dessa localidade italiana, duas se destacam para morar: Trieste e Milão. 

Ambas são muito ricas, e isso faz com que possam oferecer uma excelente qualidade de vida para seus habitantes, além de muita segurança. Elas atendem a todos requisitos básicos procurados por imigrantes, como saúde, educação, mobilidade e, como mencionado anteriormente, segurança.

Cidades do Sul e Ilhas

Quanto custa para tirar a cidadania italiana 1

Está procurando por lugares com baixo custo de vida? A região Sul pode ser sua alternativa! Essa região abriga, inclusive, lindas ilhas e paisagens paradisíacas. Já pensou no quão incrível seria morar perto de lugares tão encantadores?

As melhores cidades do Sul para se viver são Cagliari e Chieti. A primeira, aliás, é a capital da ilha Sardenha, uma das mais exuberantes da Itália, tendo algumas das praias mais conhecidas dessa nação. Assim, se você é uma pessoa que curte admirar belezas naturais, essas cidades irão te surpreender! 

Cidades do Centro

Por fim, na região central da Itália, há cidades bem familiares para os interessados em viagens. Entre elas, as mais conceituadas para se morar são Florença e Roma, típicas localidades italianas. 

Essas cidades abrigam ótimos hospitais, universidades e pontos turísticos, então, provavelmente atenderão todos seus critérios. Por isso, se quer residir no centro do país, depois de pegar a cidadania italiana, esses locais são excelentes. 

Como é viver na Itália tendo a cidadania italiana

Viver na Itália tendo a cidadania italiana torna tudo muito mais fácil. Para conseguir emprego, moradia e outros aspectos fundamentais para se manter em um lugar estrangeiro, uma pessoa que possui esse documento tem vantagem. Por isso, confira como será seu estilo de vida na Itália tendo tal cidadania!

Educação

Se você tem um filho, com certeza o quesito da educação é uma grande preocupação. Com relação a isso, fique tranquilo, pois a Itália tem ótimas escolas e universidades. Inclusive, as instituições oferecem um acompanhamento acadêmico, moldado a partir das necessidades de cada criança e adolescente. 

Isso é realizado para auxiliá-los na escolha de profissões que desejam exercer no futuro. Eles acreditam que essa prática garante uma construção integral dos estudantes no papel de cidadão, o que é uma filosofia educacional muito interessante. 

Saúde

A saúde italiana também é um aspecto muito positivo. Há um sistema público de saúde, que, apesar de ter algumas taxas, tende a ser eficiente. Porém, cada região administra o sistema salutar, então, a qualidade dos atendimentos irá depender da cidade em que você morará. 

Para se ter uma ideia, em 2019, segundo a revista The Lancet, de cunho científico, o sistema de saúde da Itália ficou entre os 10 melhores do mundo. 

Custo de vida

O que e preciso para tirar a cidadania italiana

O custo de vida nesta nação depende muito da região e da cidade. Nas citadas acima, classificadas como algumas das melhores, os gastos podem ser bem significativos. Isso pelo fato de serem comunas referências, então acabam sendo mais turísticas e industrializadas, o que eleva os preços. 

Dessa forma, é interessante pesquisar sobre sua cidade de interesse, para ver os valores específicos de lá! 

Empregabilidade

Assim como todos os outros tópicos acima, a empregabilidade irá depender da região. De modo geral, a Itália vem se reerguendo, lentamente, após a pandemia do Coronavírus, que afetou diretamente o país, em especial o setor de turismo e de serviços.

Então, esse cenário acaba dificultando a procura por emprego, mas, se você tem a cidadania italiana, já está há alguns passos à frente dos brasileiros, e, possivelmente, não terá tantos problemas para encontrar vagas. Por isso, vale ressaltar que áreas relacionadas à engenharia e ao mundo digital sempre estão em busca de bons profissionais. 

A sua região pode estar contratando pessoas em muitas áreas. Assim, busque informações sobre a cidade de seu interesse, para saber como está o mercado profissional!

A cidade mais segura da Itália para morar

A segurança é um dos principais pontos a serem levados em consideração para escolher um lugar para morar. 

Pensando nisso, segundo uma pesquisa de 2020 do jornal Il Sole 24 Ore, a cidade mais segura da Itália para se viver é Oristano, localizada na ilha Sardenha. Um dos motivos para esse título é o fato dela ser pouco visitada por turistas, o que reduz o índice de crimes. 

O dia a dia em Oristano é calmo e pacato, já que a comuna conta com cerca de 30 mil habitantes. Sua economia tem a agricultura e o setor de serviços como base, mas o turismo, apesar de menos intenso que em outros pontos do país, também contribui consideravelmente. 

Dessa forma, se você está procurando um ambiente tranquilo, essa, sem dúvidas, é uma opção a ser considerada! 

Outras formas de morar na Itália sem cidadania italiana

Quem tem direito a pedir cidadania italiana

Não tem a cidadania italiana e, mesmo assim, deseja morar na Itália? Fique calmo, essa não é a única possibilidade!

As outras formas mais comuns de morar na Itália são por meio de: estudo, trabalho ou aposentadoria. Todas elas exigem a apresentação de um passaporte válido e um visto.

O visto de estudo, você pode conseguir se realizar um intercâmbio, matriculando-se em alguma instituição de ensino, até mesmo um curso de italiano. Porém, é fundamental que você pesquise sobre as opções de cursos para estrangeiros, já que alguns podem exigir cidadania italiana ou outros documentos.  

Para ir morar na Itália a trabalho, é necessário encontrar uma vaga de emprego que te proporcione um pré-contrato. Depois disso, você deve solicitar o visto de trabalho no consulado italiano no Brasil, antes de realizar a viagem.

Por fim, os aposentados brasileiros também podem se mudar para a Itália de maneira legalizada, isso porque um acordo entre estes países permite que pessoas desfrutem da aposentadoria brasileira em território italiano.

Mas, como essa última forma funciona? O cidadão deve apresentar comprovante de renda e comprovar que tem condições de se manter no país. Essa exigência se dá porque não é permitido que o aposentado trabalhe na Itália. Além disso, o visto de “Residenza Elettiva” também é obrigatório. 

Desse modo, agora que já sabe que é possível ir à Itália de muitas maneiras, mesmo sem ter a cidadania italiana, basta escolher qual é a melhor opção para você e sua família!

Cidadania italiana – Dúvidas Frequentes

Por não ser algo de conhecimento geral, é comum existirem várias dúvidas por parte dos candidatos. Estamos aqui para saná-las para você!

Qual o custo para tirar a cidadania italiana?

Os custos podem variar entre 3 mil e 5 mil euros e variam de acordo com o número de pessoas que, juntamente a você, irão solicitar a cidadania italiana.

Quantas gerações têm direito à cidadania italiana?

Se você tem descendência italiana, não importa a distância na linhagem entre você e seu antepassado italiano.

Para a Itália, se você tem o jus sanguinis (direito de sangue),  independentemente do quão longe está seu antepassado na sua árvore genealógica, a apresentação dos documentos que comprovem a descendência é o suficiente para validar o direito.

E aí? Já está procurando descendentes italianos na sua linhagem para conseguir esse direito?!

Quanto tempo demora para conseguir a cidadania italiana?

cidadania italiana passo a passo

Algumas famílias têm a tradição de preservar viva a árvore genealógica, porque dão muito valor aos seus descendentes e, logo, têm o costume de guardar de maneira organizada os documentos familiares. Já outras, não dão muita importância para tal organização.

Por esse fato, o tempo necessário para conseguir a cidadania italiana depende do perfil da sua família.

Nesse sentido, além de a duração do processo de reunir os documentos e preparar as certidões depender da sua família, também está relacionado ao local onde você escolherá realizar o processo: na Itália (geralmente mais rápido) ou no Brasil.

Em linhas gerais, no Brasil o processo dura entre 6 e 12 anos, já que a fila no Consulado Italiano é imensa. Já na Itália, tudo pode ser resolvido em até 90 dias!

Quais sobrenomes são italianos?

Apesar de não precisar de um sobrenome italiano para conseguir sua documentação, ele pode facilitar a sua busca por evidências para obter esse documento. Um sobrenome diz muito sobre sua origem, história e antepassados. Mas, lembre-se que apenas ter um sobrenome proveniente da Itália não te dá direito à cidadania italiana! 

De acordo com o site Cognomix, os 20 sobrenomes italianos mais comuns são: Rossi, Russo, Ferrari, Esposito, Bianchi, Romano, Colombo, Ricci, Marino, Greco, Bruno, Gallo, Conti, Martino, Giordano, Rizzo, Mancini e Villa. 

Também há outros mais conhecidos no Brasil, como Guerra, Lombardi, Valente, Franco, Valentini, Fiore, Martinelli, Santoro e De Luca. Há muitos outros sobrenomes italianos, então pesquise se o seu possui essa origem! 

Existe desvantagens em ter a cidadania italiana?

Como nem tudo são flores, existem sim desvantagens em obter a cidadania italiana. No que se refere ao processo de obtenção de cidadania italiana, o tempo de conclusão é bem alto, (pode demorar mais de 10 anos para ser concluído) e, muitas vezes, caro.

Além dessa, você também terá as mesmas obrigações que um cidadão italiano. Assim, estará submetido às leis, regras e tratados da Itália. Os impostos não ficam de fora dessa lista de deveres, e a tributação italiana é bem expressiva. 

Por fim, não é nenhuma novidade o histórico de conflitos e guerras da Itália. As Guerras Mundiais são provas disso. Então, uma desvantagem é que, em caso de ocorrências armadas, você terá o risco de ser convocado.

É possível tirar a cidadania italiana de graça?

Por envolver muitas etapas, documentos e burocracias, esse processo é repleto de taxas. Dessa forma, não é possível tirar a cidadania italiana de graça.

Conclusão

Como pudemos ver, o processo para conseguir a cidadania italiana pode ser longo e muito complicado. Porém os benefícios são variados e disso você já sabe, pois chegou até aqui para obter as informações necessárias para adquirir seu jus sanguinis. 

A América Chip tem prazer em te ajudar a atingir seus objetivos e, por isso, além de darmos a você e a sua família as melhores informações, temos o chip internacional ideal para caso você decida conseguir sua cidadania em um tempo menor, viajando para a Itália! Para mais informações, leia sobre o Plano Europa no nosso site!

Comentários:

2 thoughts on “Cidadania Italiana: Como Funciona e Quem Tem Direito [Guia]

  1. Francisco das Chagas Bezerra da Silva says:

    Boa tarde! Me chamo Francisco das Chagas Bezerra da Silva, sou Potiguar, moro em Natal RN. Já estou em processo de naturalização Portuguesa por via Judeu Sefardita. Porém, verifiquei minha árvore genealógica materna o meu 15 avó era italiano. Seu nome era *Filippo Cavancanti* nascido em 12/06/1525, Florença/Itália. Filho de Giovanni de Lorenzo de Filippo Cavalcanti e Ginevra Manelli. Pergunto: por essa ascendência eu tenho o direito à cidadania Italiana?

    • Rodrigo Magalhães says:

      Oi Francisco, como vai?
      Existem regras bem específicas para netos e bisnetos. No caso dos bisnetos o assunto fica um pouco mais complexo. Já que não existe uma regra necessariamente específica para a solicitação. Contudo, tal qual o caso de filhos e netos, é necessário comprovar ligações com a comunidade portuguesa. Além disso, o requerente precisa que seus pais ou avós tenham a dupla cidadania, para que só depois, faça sua requisição. No seu caso, como é o 15º avô, creio que você terá que correr atrás de uma infinidade de documentação. Talvez uma consultoria especializada possa te ajudar neste processo. Espero que tudo dê certo. Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia mais

A Bulgária irá te surpreender, um lugar na Europa como nenhum outro perfeito para quem está procurando fazer uma viagem inesquecível. A Bulgária é um país europeu incrível com muitos pontos turís(...)

Leia mais

Surpreenda-se ao conhecer os Países Baixos. Toda diversidade cultural e as riquezas históricas, tornarão sua experiência incrível. Saiba mais aqui!  Os Países Baixos (ou Holanda como antes e(...)

Leia mais

Inclua na tour europeia: Moldávia, o pequeno e barato país da Europa Ocidental que pode ser visitado de trem e ônibus. De um lado a Romênia e do outro a Ucrânia, a Moldávia é um dos países da Eur(...)

Leia mais

Virgínia, Estados Unidos será o seu, mais novo, lugar favorito no mundo. Leia e comprove! Uma viagem apaixonante, com um toque de aventura, beleza e história é tudo que você está precisando, não (...)

Leia mais

Montenegro é o lugar das mais belas obras da natureza. Desfrute disso tudo na sua próxima viagem internacional, o destino perfeito para toda família! Montenegro é um pequeno país europeu, que tem(...)

Leia mais

Descubra o que visitar em Santiago de Compostela na Espanha e planeje o caminho de Santiago! Fazer o Caminho de Santiago de Compostela é o sonho de muitos brasileiros. A cidade é um dos locais ma(...)

Leia mais

Descubra o que fazer em Paris na França e como aproveitar sua viagem para Europa em 2023. Paris é a cidade mais visitada da Europa e a segunda mais visitada do mundo. De acordo com o Relatório An(...)

Leia mais

O lugar dos palácios, Granada, vai te extasiar com tanta beleza e pontos turísticos. Viva essa experiência única na sua próxima viagem. Veja aqui!   A cidade de Granada na Espanha é uma(...)

Leia mais