Europa

O Melhor da Hungria: História, Cultura, Vida Noturna e Atrações Turísticas

hungria 1

A Hungria não tem mar e fica na Europa Central. É um dos principais destinos turísticos da Europa e sua capital, Budapeste, é considerada uma das cidades mais bonitas do mundo.

Viajar para Hungria é conhecer um dos países mais lindos da Europa. Em 2020 a Hungria recebeu 32 milhões de turistas e ficou na 10ª posição no mundo entre os países mais visitados. Com uma população de 9,7 milhões de habitantes, o país europeu recebeu mais de três vezes a sua população em visitantes e isso mostra o quão interessante ele é.

Pode-se dizer que a Hungria está no coração da Europa e pode ser facilmente acessada. O país faz fronteira com outros sete países, são eles: Áustria (oeste), Eslovênia (sudoeste), Croácia e Sérvia (sul), Eslováquia (norte), Ucrânia (nordeste) e com a Romênia (leste).

Por isso, você pode aproveitar para conhecer vários países europeus na mesma viagem e fazer uma EuroTrip. Confira tudo sobre a Hungria, sua cultura, história e dicas para viajar para Europa! 

Hungria: História e Cultura

A região onde hoje está a Hungria, fez parte do Império Romano. Diversos impérios menores da Europa Central existiram até o século IX, até que o cristianismo chegou. O país foi então unificado com a Croácia após uma guerra curta no começo do século XII.

Entre guerras, conflitos e invasões, no século 16 a Hungria perdeu sua importância internacional e até a primeira metade do século XIX, o país europeu tentou, sem sucesso, reformas. Finalmente em 1867, a Monarquia Dual da Áustria-Hungria foi formada e assim nasce a constituição húngara restaurada e é coroado rei Franz-Joseph.

De ressaltar que os exércitos austro-húngaros participaram da Primeira Guerra Mundial. Contudo, em 1918 e com a economia em colapso e com revoltas populares importantes, o Partido Comunista assume o poder e é declarada a República Soviética Húngara. O exército da União Soviética invade a Hungria no final de 1944.

As tropas da URSS encontram um país devastado e com sua população praticamente dizimada. A Hungria continua sendo um país comunista soviético até 1989 e somente vai ter eleições livres em 1990. Todavia, foi somente na metade de 1991 que o exército soviético deixou o país e a difícil independência da Hungria ajudou a derrubar o Muro de Berlim.

Em termos culturais, a Hungria é riquíssima. Conta com muitas tradições folclóricas que imprimem um estilo próprio que foi influenciado por muitas etnias, incluindo os ciganos. Tanto a música clássica quanto a folclórica são ouvidas no dia a dia, bem como livros de autores húngaros e sua riqueza literária fazem parte da vida dos cidadãos.

Além disso, a cultura da Hungria se manifesta através do artesanato, principalmente da cerâmica e dos bordados. O país europeu também conta com uma culinária própria e interessante e produz aguardentes de fruta, porém é a dança e os sempre populares tratamentos de spa que refletem a herança deste país impressionante.

Os cidadãos da Hungria são alegres, amigáveis e valorizam muito as tradições familiares. É comum ver gerações de húngaros vivendo na mesma casa sob o mesmo teto e avós tendo uma forte influência na criação de seus netos. De maneira geral eles são muito hospitaleiros e se interessam pela vida das pessoas que os visitam.

Países da Europa Ocidental e Oriental: Tudo Sobre Turismo, Cultura e História.

America Chip: conexão 5G na Hungria

Sem dúvidas, você sentirá saudade da família e dos amigos que ficaram no Brasil durante a viagem. Para aliviar esse sentimento, conversar com eles por meio de aplicativos ou ligação é essencial, não é mesmo? 

Pensando nisso, a America Chip oferece a você o Chip Internacional Europa, que funciona em toda a União Europeia e na Suíça. Ele disponibiliza internet 4G ilimitada e, de modo opcional, ligações para o Brasil. 

Essa ferramenta facilita muito a sua vivência internacional. Além de manter o contato com quem ficou no Brasil, o chip permite a utilização de aplicativos de tradução, GPS, pesquisa e transporte. 

Para ter acesso a tudo isso, adquira o seu Chip Internacional Europa e fique conectado ao mundo digital na Hungria quando e onde quiser!

Curiosidades sobre a Hungria

belezas naturais da hungria

Existem muitas curiosidades sobre a Hungria, entre elas que o país é um grande recordistas de medalhas olímpicas. No total os atletas da Hungria já ganharam mais de 465 medalhas em jogos olímpicos. Outro fato interessante é que fazer “tim-tim” com o copo é considerado falta de educação por lá.

O idioma do país europeu também é curioso, isso porque ele é considerado o mais difícil de aprender em toda a Europa. Sem contar que a Hungria é um dos países mais antigos da Europa e sua data de fundação foi o ano 895, ou seja, ela é mais velha do que outros países europeus tradicionais como Alemanha e França.

A capital do país, Budapeste, é a cidade com a maior quantidade de fontes termais no mundo. Por todo o país são mais de 1500 spas e muitos visitantes procuram a Hungria para buscar tratamentos em suas águas termais. E você nem sabe, mas provavelmente já utilizou alguma invenção húngara. Quer ver?

Se algum dia você escreveu com uma caneta esferográfica ou assistiu algum show ou evento com holografia, saiba que estes equipamentos foram criados na Hungria. Além destes, o país inventou a câmera termográfica, a computação digital e o primeiro helicóptero que voou e funcionou no mundo.

Por fim, o maior lago da Europa Central fica na Hungria, o Lago Balaton. E o prato mais famoso da culinária húngara é o goulash, uma carne bem cozida e bem temperada que é servida com algum acompanhamento. É uma delícia e se você nunca provou, deveria incluir na sua lista e experimentar!

EuroTrip: Dicas Imperdíveis Para Fazer Uma Viagem Inesquecível.

Clima e melhor época para visitar a Hungria

O clima da Hungria é temperado, bem típico da sua localização na Europa Central. Nos meses de Verão (final de junho a final de setembro) os dias mais longos e quentes atraem uma grande quantidade de visitantes. É a alta temporada na Europa e as viagens ficam mais caras e as atrações populares quase sempre lotadas, especialmente em Budapeste.

Os meses da primavera e do outono são, geralmente, os melhores para visitar a Hungria. Neste período o clima fica agradável, somente com chuvas ocasionais. Os meses de abril,  maio e setembro a outubro são os mais indicados, pois oferecem temperaturas mais quentes e você não precisa gastar tanto. Sem contar que se livra das multidões.

Dicas de vida noturna na Hungria 

A Hungria, principalmente em sua capital, é uma referência quando o assunto é vida noturna. Nesse país, as suas noites prometem muita diversão e momentos incríveis. Então, se você gosta de curtir festas, baladas e bares, terá muitas possibilidades em solo húngaro.

Confira algumas dicas de vida noturna na Hungria e escolha quais delas farão parte da sua aventura europeia:

  • Peaches and Cream Club;
  • Vibe Rooms;
  • Tuk Tuk Bar;
  • Szimpla Kert;
  • Neverland;
  • GoodSpirit Bar;
  • Rumpus Tiki Bar; 
  • SPARTY – Széchenyi Bath Party;
  • Budapest Jazz Club;
  • Press House 47.

Planejamento perfeito para visitar a Hungria

Uma viagem para a Hungria já é, por si só, uma experiência fenomenal. Mas, para que ela seja perfeita, você precisa ter um bom planejamento prévio. Isso faz toda a diferença, pois essa preparação deixa tudo mais prático e pronto para o momento da viagem, evitando perrengues e estresse. 

Confira algumas ações que devem ser prioridades no seu planejamento: 

Escolha uma data estratégica

A data que você escolhe para viajar influencia em diversos aspectos da sua preparação e, até, da sua experiência internacional. Por exemplo, se optar por ir à Hungria em época de alta temporada, terá que enfrentar preços exorbitantes e atrações lotadas, devido ao grande número de turistas.

Então, escolha uma data estratégica, que seja, de preferência, em baixa temporada. Assim, você economizará e se sentirá melhor durante os passeios, já que terá menos pessoas por lá. Porém, não se esqueça de pesquisar sobre o clima típico da data desejada, para não ter surpresas desagradáveis quanto a isso. 

Tenha um orçamento base

Como a Hungria possui uma cultura rica, é normal que você queira aproveitar todas as oportunidades que surgirem durante a sua viagem. Mas, essa empolgação acaba sendo perigosa quando não se tem um orçamento base, pois você pode gastar mais do que deveria e perceber apenas quando for tarde demais. 

Dessa forma, estipular um orçamento para a sua aventura húngara é extremamente importante. Com ele, você saberá qual é o limite para os seus gastos diários e evitará compras desnecessárias. Lembre-se que esse orçamento precisa ser maior que a sua real pretensão de custos, já que podem acontecer contratempos. 

Compre as passagens

A sua viagem para a Hungria começa, de fato, com o embarque aéreo. Por esse motivo, as passagens devem ser uma prioridade enquanto você planeja essa jornada ao território húngaro. 

Não é novidade que os bilhetes aéreos são bem caros, então, você precisa procurar valores que estejam dentro do seu orçamento. Para isso, é necessário iniciar sua busca por boas ofertas previamente, meses antes da data programada para a viagem. Quando encontrar um preço que te agrade, não perca tempo e realize a compra! 

Reserve a hospedagem  

Outro quesito que influencia diretamente na sua experiência de viajante é o hotel em que estará hospedado. Quando você não estiver passeando pelas ruas húngaras, certamente vai estar no seu quarto ou na área externa do hotel.

Então, as comodidades do estabelecimento e o conforto do quarto são aspectos que devem ser levados em consideração. Assim, ao achar uma hospedagem que atenda aos seus critérios, reserve a sua vaga e tenha uma viagem ainda melhor! 

Contrate um seguro de viagem

Por fazer parte do Espaço Schengen, a Hungria exige que os turistas tenham um seguro viagem. Ele torna a sua experiência mais segura e tranquila, já que garante assistência médica e hospitalar em caso de acidentes. Então, procure os seguros de viagem disponíveis e contrate aquele que melhor atender às suas necessidades.

Monte o roteiro de passeios

Com tanta expressão cultural ao seu dispor, não há dúvidas que você irá querer visitar o máximo de atrações húngaras possível. Para facilitar a organização dos passeios, divida-os entre os dias da viagem e monte um roteiro. 

Dessa maneira, você poderá se planejar e aproveitar bastante cada um dos passeios a serem feitos!  

Saiba onde ficar e hotéis da Hungria

Como dito antes, a Hungria é um país com muitas fontes de águas termais. Por isso, se você deseja desfrutar desse capricho da natureza, busque por hotéis que ofereçam esse tipo de comodidade. Porém, confira uma lista que foi publicada pelo jornal britânico The Telegraph e que indica alguns dos melhores hotéis da Hungria:

  • Palácio Matild (Budapest);
  • Aria Hotel Budapest (Budapest);
  • Corinthia Hotel Budapest (Budapest);
  • Kempinski Hotel Corvinus Budapest (Budapest);
  • Palácio de Nova York Budapest (Budapest);
  • Gerlóczy (Budapest);
  • Pest-Buda (Budapest);
  • Hotel Spa termal da Ilha Margarida (Budapest);
  • Continental Hotel Budapest (Budapest);
  • St George Residence (Budapest).

Saiba quanto custa viajar para Hungria

pontos turisticos budapeste

A Hungria é mais barata que muitos outros países da Europa. Segundo o portal Budget Your Trip, ao viajar para a Hungria você deve planejar gastar cerca de Ft 24.259 (€ 58 euros) por dia. O valor informado é calculado com base nas despesas de outros visitantes. Viajantes anteriores gastaram, em média, Ft 6.425 (€ 15 euros) em refeições por um dia e Ft 3.450 (€ 8,26) em transporte local. 

Além disso, o preço médio de um hotel na Hungria para um casal é de Ft24.244 (€ 58 euros). Assim, uma viagem para a Hungria para duas pessoas durante uma semana custa em média Ft 339.620 (€ 814 euros). Todos esses preços médios de viagem foram informados por outros viajantes.

Como Tirar o Passaporte de Uma Forma Simples:  Etapas e Quem Pode Solicitar. 

15 Roteiros de passeios pela Hungria

Você já conhece mais sobre a Hungria, Agora aproveite para conhecer alguns roteiros de passeios que você precisa fazer quando for visitar o país europeu:

01- Castelo de Buda

O Castelo de Buda é Patrimônio Mundial da UNESCO e perto estão os monumentos da cidade de Budapeste. É uma área mundialmente conhecida, porém surpreendentemente e apesar do nome, não existe um castelo por lá. Você encontra o impressionante Palácio Real, por exemplo.

Além disso, em sua área está a Igreja Matthias (Mátyás-templom) e o Bastião dos Pescadores (Halászbástya). Você também se depara com vários museus e galerias de arte, os arquivos nacionais e o Sándor Palácio (Sándor-palota) que é a residência oficial do Presidente do país e sede do seu gabinete.

02- Lago Balaton

O Lago Balaton é o maior lago da Europa Central. Você pode fazer uma excursão de um dia partindo de Budapeste para conhecer o local. Ele tem águas rasas que são aquecidas facilmente, ou seja, por lá você pode nadar e praticar esportes (nos meses mais quentes, é claro).

03- Parlamento de Budapeste

O Edifício do Parlamento Húngaro é também conhecido como Parlamento de Budapeste devido à sua localização. Nele fica a sede da Assembleia Nacional da Hungria e com uma beleza estonteante e arquitetura impressionante, se tornou um marco da Hungria e um destino turístico popular em Budapeste. É o maior edifício da Hungria.

04- Cavernas do Parque Nacional de aggtelek

Localizado no norte da Hungria, quase na fronteira com a Eslováquia, o parque fica a 240 quilômetros de Budapeste. Nele está um sistema de cavernas que se estende por mais de 25,5 km e inclui a caverna Dômica de 5,3 km. É de tirar o fôlego e é um lugar inesquecível para se visitar.

Finlândia: História, Curiosidades, Atrações Turísticas e Fenômenos Naturais.

05- Basílica de São Estevão

Basílica de Santo Estêvão é uma catedral que fica em Budapeste. Ela é considerada uma das igrejas mais importantes da Hungria e ela leva o nome do fundador do estado húngaro, Saint István (São Estevão), cuja mão direita intacta está lá preservada como uma relíquia. A basílica tem 96 metros de altura e é um dos prédios mais altos do país.

06- Lillafüredi

A cachoeira Lillafüredi é a maior cachoeira da Hungria e tem 20 metros de altura. O mais interessante é que ela é uma cachoeira artificial, originalmente o riacho Szinva desagua no Lago Hámori. Por lá existe um passadiço que permite que você chegue até o meio da cascata e você pode passar por baixo da cachoeira.

07- Termas Széchenyi

O spa Széchenyi é o maior complexo de spa de Budapeste. Ele começou a ser construído em 1909 e o complexo conta com três piscinas exteriores e 15 interiores. Vários tratamentos médicos podem ser usados no spa, e hospitais-dia também funcionam no local. Se você busca saúde, precisa visitar o spa.

08- Igreja Mathias

A Igreja Mathias fica bem no centro da cidade de Budapeste e é a igreja católica de maior importância no local! Apesar de ser conhecida como Igreja Mathias, o nome oficial desse templo é Igreja de Nossa Senhora. 

A construção da Igreja Mathias, na Hungria, é datada dos séculos XIII e XIV, tendo sido reformada no século XIX. Mesmo tendo passado por essa reforma alguns anos após a sua construção, ainda assim ela é muito antiga e, por isso, representa uma época da arquitetura muito diferente dos contornos atuais, tendo a predominância do estilo neogótico.

Uma exuberante arquitetura, tumbas de importantes figuras da Hungria, histórias de casamentos importantíssimos e eventos atuais de concertos de órgão e de música clássica são os responsáveis por atrair milhares de turistas, todos os anos. Além dessas belezas, ainda há a questão religiosa, a qual também atrai muitos fiéis até a Igreja.

Independentemente de qual seja o seu motivo para visitar a Igreja de Mathias, tenho certeza que esse espaço (turístico e religioso) te encantará!

09- Castelo de Eger 

principais pontos turisticos da hungria

O Castelo de Eger é um castelo com um longo passado histórico. O evento histórico mais famoso relacionado a ele é o cerco de 1552, quando os defensores do castelo sob o comando do capitão István Dobó repeliram o esmagador exército do Império Otomano. Você consegue visualizar as muralhas e a fortificação de grandes extensões. Um volta ao passado!

Viagens Internacionais Baratas e Luxuosas: Destinos Incríveis e Dicas de Planejamento

10- Mercado Central

O Mercado Central de Budapeste é o maior mercado da Hungria e atrai muitos turistas durante todo o ano. Ele é localizado em frente à praça Fivem e bem próximo à Ponte da Liberdade (outro importante ponto turístico).

O Mercado foi construído em 1897, então, é bem raro que você já tenha feito comprar em um local tão antigo quanto esse, não é mesmo? Além de muito antigo, ele também é cheio de história, que envolve, até mesmo, uma revolta dos cidadãos pela construção do mercado. Já que depois dele, os preços ficaram mais altos. Além dessa revolta, o mercado passou por mais altos e baixos, durante as duas Grandes Guerras Mundiais do século XX.

No ano de 1991 o Mercado Central da Hungria foi fechado, porém, três anos depois ele foi reinaugurado e, atualmente, é um grande centro comercial e turístico da cidade de Budapeste!  

11- Bastião dos Pescadores

Apesar do nome, que pode remeter um porto, um píer, ou um espaço aquático para pesca (rio, lago ou mar), na verdade, o Bastião dos Pescadores é um mirante que está na Colina de Buda, bem ao lado do Rio Danúbio.

No alto do mirante, é possível contemplar toda a cidade de Budapeste e ver todo o esplendor desta cidade! Então, tenho certeza que você irá querer tirar muitas fotos e atualizar o feed do seu Instagram. Ou quem sabe, até mesmo, fazer uma chamada de vídeo com os seus amigos e familiares, mostrando onde você está?!

Porém, para isso, você precisará providenciar um chip que funcione na Hungria, pois os chips brasileiros não têm rede fora do país. Nesse caso, você pode contar com a melhor! A America Chip possui os melhores SIM Cards internacionais e conta com planos Europa com o melhor custo benefício do mercado, com preços que se adequam à duração da sua viagem e com conexão garantida!

12- Ponte das Correntes

A ponte mais antiga de Budapeste fica no rio Danúbio e ela foi, para os moradores, uma revolução. Isso porque, antes dela, o rio só podia ser atravessado por barcos, no verão, ou caminhando na água congelada, no inverno. Depois da construção da Ponte das Correntes, os moradores e turistas da Hungria tiveram a locomoção facilitada.

Além dessa importância histórica, a beleza do local é o que realmente chama a atenção dos turistas. Ao turistar por Budapeste, a capital da Hungria, você passará perto da Ponte das Correntes várias vezes, porém, indico que você tire um tempo durante a noite para ir até lá, caminhe pela ponte e contemple a beleza do Castelo de Buda iluminando o local!

13- Avenida Andrássy

Patrimônio Mundial da Unesco desde 2002, a avenida tem dois quilômetros e meio de comprimento e é cercada de construções grandiosas e belas, dentre elas, casas e palácios. Nela, você poderá caminhar, tirar fotos, observar a grandiosidade da arquitetura local e visitar as boutiques da Avenida, que são, nada mais, nada menos, que as grandes grifes da atualidade!

14- Praça dos Heróis

Também localizada em Budapeste, a Praça dos Heróis é rodeada de vários edifícios importantes da Hungria. Dentre eles, estão o Museu de Belas Artes e o Palácio da Arte, que é um outro museu de exposições artísticas.

A Praça tem, bem no centro, o Memorial do Milênio, que faz uma homenagem aos sete líderes das tribos magiares que foram responsáveis por fundar a Hungria.

Então, é um espaço bem legal para turistar, se divertir, visitar museus e conhecer mais da história do país.

15- Parque da Cidade

O Városliget é o Parque da cidade de Budapeste e é um ponto de encontro dos moradores dessa cidade da Hungria. Com um lindo paisagismo, um pequeno zoológico, alguns lagos e um playground, esse é um ótimo local para a família e os amigos visitarem durante uma viagem à Hungria!

16- Café New York

Situado em Budapeste, o Café New York é uma ótima parada para um brunch, almoço, café da tarde ou jantar. Essa cafeteria é considerada, desde 2011, como a mais bonita do mundo, além de ser uma das mais antigas do continente europeu

O lugar é belíssimo, e a sua arquitetura é fantástica. Cada canto do Café New York é perfeito para fotos e observações dos detalhes arquitetônicos. Com certeza, essa é a mistura ideal entre culinária e estética. Então, se procura uma experiência gastronômica memorável, o Café New York é uma das melhores opções na Hungria. 

Lembre-se de fazer a sua reserva antes de ir ao café, pois a procura é muito grande. É até possível entrar sem ter uma reserva, mas a fila é enorme, e, provavelmente, você terá que ficar nela por umas 2 horas. 

17- Cidadela

A Cidadela, também chamada de Citadella, é uma fortaleza construída no topo da Colina Gellért. Ela foi feita com intenções militares e, inclusive, foi utilizada como base de defesa húngara durante a Segunda Guerra Mundial. 

Atualmente, a Cidadela é um marco histórico com diversas funções. Ela atua como hotel e restaurante, além de guardar registros de sua história militar. A vista proporcionada pela fortaleza também precisa ser destacada. De lá, dá para avistar diversos pontos importantes da capital da Hungria, como o Castelo de Buda e o Parlamento.   

18- Grande Sinagoga

hungria músicas

A Grande Sinagoga, ou Sinagoga de Budapeste, é uma importantíssima construção religiosa da Hungria. Ela é a maior sinagoga da Europa e é o ponto de encontro de judeus provenientes de todo o mundo. Sua arquitetura tem um estilo romântico e encanta os turistas com tantos detalhes. 

A Grande Sinagoga é um marco monumental da capital húngara e, sem dúvidas, é um lugar muito interessante para se visitar enquanto viaja pela Hungria! 

19- Ilha Margarida

A Ilha Margarida é um lugar de refúgio em meio ao intenso e agitado centro de Budapeste. Ela fica no Rio Danúbio, entre Buda e Peste, e se tornou um parque da cidade. Nesse território, é possível ver jardins, ruínas do Convento de Santa Margarida e animais. Além disso, há um depósito de água (utilizado como mirante e sala de exposições), uma bonita igreja e, até mesmo, uma piscina.

Com tantas atrações, não dá para negar que a Ilha Margarida é uma localidade perfeita para lazer e descanso, né? Por isso, considere fazer um passeio por esse lindo parque durante sua ida à Hungria. 

20- Gellért Hill

Sendo um Patrimônio Mundial da UNESCO, Gellért Hill -ou, como já mencionado, Colina de Gellért- é uma colina bem importante em Budapeste. Ela é famosa por sua vista panorâmica da cidade e do Rio Danúbio, além de ser o lar da Estátua da Liberdade de Budapeste e da Citadela. 

Porém, não há apenas essas possibilidades de passeio em Gellért Hill. Você pode fazer trilhas ao longo da colina, visitar a Caverna de Gellért Hill (que, atualmente, é utilizada como capela) e conhecer as águas termais de Gellért, Rudas e Rác. Ou seja, essa localidade oferece variadas opções de entretenimento para sua viagem à Hungria, então, não deixe de visitá-la! 

21- Casa do Terror

A Casa do Terror é um museu, situado em Budapeste, repleto de conteúdo histórico. Esse estabelecimento reúne exposições sobre os regimes fascista e comunista que ocorreram na Hungria no século XX. A Casa do Terror também realiza homenagens às vítimas presas, torturadas e/ou assassinadas durante esse período histórico.

Esse passeio, apesar de triste e pesado, é muito interessante. Ele é uma forma de imersão na história húngara, para entender mais sobre o passado do país.

22- Castelo de Vajdahunyad

O Castelo de Vajdahunyad, presente no Parque Városliget ou Parque da Cidade, é uma construção feita em 1896, para celebrar os 1000 anos da Hungria. Ele foi desenvolvido como uma obra que mostraria a evolução arquitetônica do país. De fato, isso ocorreu, já que o castelo reúne aspectos dos estilos barroco, renascentista, gótico e romântico. 

Um fato bacana é que, durante o inverno, o lago que fica à frente do castelo vira a maior pista de patinação no gelo da Europa. Além disso, outra atração presente no Castelo de Vajdahunyad é a estátua Anonymous, que representa o cronista anônimo que escreveu o primeiro relato escrito da Hungria. 

23- Ponte Szabadság

A Ponte Szabadság, ou Ponte da Liberdade, cruza o Rio Danúbio e liga a porção Buda à porção Peste de Budapeste. Ela foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial e reconstruída logo depois, e isso a torna um marco histórico. A ponte é bem bonita, com uma pintura na cor verde, e fica esplêndida durante a noite, quando é iluminada por luzes também verdes. 

Se você gosta de tirar lindas fotos enquanto visita novos lugares, a Ponte Szabadság vai chamar a sua atenção. Então, aproveite para atualizar o seu feed do Instagram, observar a movimentação de Budapeste e apreciar uma bela vista por lá. 

24- Budapest Zoo and Botanical Garden

O Budapest Zoo and Botanical Garden é um dos zoológicos mais antigos do mundo e o mais antigo da Hungria. Ele fica no Parque da Cidade, em Budapeste, e possui mais de 8 mil animais em seu território. Lá, você encontrará representantes de todos os continentes, o que é uma oportunidade incrível. 

Ainda há o jardim botânico, que abriga uma série de plantas interessantes. Você terá um dia sensacional no Budapest Zoo and Botanical Garden, com entretenimento garantido. É um passeio para toda a família, com atrações para qualquer faixa etária.

25- Museu de Belas Artes de Budapeste

O Museu de Belas Artes de Budapeste reúne obras artísticas de todos os períodos da arte europeia. Para se ter noção da magnitude do museu, ele possui a segunda maior coleção de arte egípcia da Europa. Entre os principais artistas encontrados no museu, estão Rafael, Goya, Leonardo Da Vinci, Velasquez, Rembrandt, Edouard Manet, Pierre-Auguste Renoir e Claude Monet. 

Além disso, a arquitetura do museu é uma das mais bonitas de Budapeste, sendo representante do estilo neoclássico. Ela colabora, ainda mais, com a experiência desse passeio. Sem dúvidas, vale a pena colocar o Museu de Belas Artes de Budapeste no seu roteiro. 

Conheça a culinária incrível da Hungria

A culinária da Hungria é muito rica e tem sabores bem fortes e marcantes. Então, não só os pontos turísticos serão uma boa atração na sua viagem à Hungria, mas também os pratos que você comerá.

A base das refeições nesse país europeu são os cozidos e as sopas, mas ele não se limita a isso, tendo muitos pães, batatas e massas também.

Assim como em toda culinária, há um ingrediente que não falta em quase nenhum prato. Na Hungria, esse é o caso da páprica. Você sentirá o sabor dessa especiaria em várias refeições.

Saiba como está a economia da Hungria

A Hungria está em uma localidade muito favorável da Europa Ocidental, na região central do continente e sem sombras de dúvidas isso a favorece em vários sentidos, principalmente economicamente. A economia da Hungria, de forma geral, é bem estruturada e estabilizada, com o PIB anual girando em torno 180 bilhões de dólares. 

O setor de maior mercado e rentabilidade é o da indústria química, majoritariamente de fármacos. Algo de grande impacto para economia desse país é o setor de serviços onde concentra 65% da mão de obra. Após a integração com a União Europeia, em 2004, a Hungria conseguiu se consolidar ainda mais economicamente, embora não tenha aderido a zona do Euro, fez avanços em empregabilidade, relações de comércios e exportações. 

Entenda como vive a população da Hungria

A população que vive na Hungria desfruta de uma alta qualidade de vida, pois além de ser um país avançado em vários setores, o sistema de políticas públicas funciona de forma efetiva. A população nativa conta com a sensação de imigrantes de vários lugares, principalmente romenos, alemães, eslavos e ucranianos.

Um povo, em sua maioria, que possui princípios crstãos e levam a sério as tradições e ritos culturais. A infraestrutura do país é excelente tanto nas áreas urbanas como nas rurais,com redes de energia elétrica, tratamento de esgoto e água potável em mais de 90% das regiões. Algo que torna esse lugar ainda melhor de se viver são as oportunidades de crescimento de patamar de vida, com ótimas oportunidades de emprego, boas instituições de ensino e poder de compra alto.

Melhores cidades para visitar na Hungria

A Hungria é um país realmente encantador, repleto de cultura, história e entretenimento. As cidades húngaras seguem essas características, tornando a nação ainda mais apaixonante. Se você não conhece os principais municípios da Hungria, precisa descobri-los antes da sua viagem, pois há muito a ser aproveitado em cada uma dessas localidades!

Quer saber quais são as melhores cidades para visitar na Hungria? Veja algumas delas agora! 

Budapeste

Não tem como falar sobre cidades húngaras sem se lembrar de Budapeste. Ela é a capital do país e, consequentemente, recebe o maior número de visitantes. Essa região é o centro cultural da Hungria, abrigando uma enorme quantidade de atrações. Inclusive, a maioria dos pontos turísticos citados ao longo do post se localizam em Budapeste. 

O Castelo de Buda, a Basílica de Santo Estevão, o Parlamento de Budapeste, a Matthias Church e o Mercado Central são apenas alguns exemplos de locais perfeitos para turistar na cidade. Budapeste é uma daquelas localidades que proporcionam felicidade genuína e momentos inesquecíveis. Esse destino é obrigatório quando se trata de viajar à Hungria! 

Esztergom

hungria capital

A cerca de 50km da capital Budapeste, Esztergom é uma cidade bem interessante para o seu roteiro. Ela está na fronteira da Hungria com a Eslováquia e já foi a capital húngara por três séculos. Sua relação com a religião católica é extremamente forte, sendo, inclusive, a sede do Primaz da Igreja Católica no país. 

Um diferencial de Esztergom é que você pode aproveitar a viagem à Hungria para visitar, também, a Eslováquia, por meio da Ponte Maria Valéria, que dá acesso à cidade eslovaca de Sturovo. Já pensou em como seria incrível prolongar seu passeio e conhecer mais um país europeu sensacional? 

Além disso, há várias atrações por lá, como a Catedral e o Castelo de Esztergom, o Bálint Balassa Museum, o Hungarian Environment and Water Museum e a Roklina Rám. Diversão e lazer não faltarão a você nessa cidade, então vale a pena visitá-la. 

Eger

Eger é a cidade representante do barroco húngaro. Assim como as outras cidades apresentadas, Eger tem uma cultura rica e cheia de possibilidades de entretenimento. Aproveite a sua jornada na Hungria para ir ao centro histórico dessa cidade, visitar seu castelo, admirar os belos edifícios históricos e degustar um bom vinho. 

Sem dúvidas, um passeio em Eger será uma vivência proveitosa e enriquecerá sua viagem ao território húngaro. Se tiver tempo disponível no seu roteiro, conheça essa região. 

Gyor

Sendo a sexta maior cidade do país, Gyor é o município mais importante do noroeste da Hungria. Ela tem uma estética linda e acolhedora, o que a torna mais atrativa para os turistas. Se ainda não estava convencido sobre a enorme quantidade de opções de lazer nas regiões húngaras, Gyor é mais uma prova disso! 

Em uma visita à cidade, você poderá passear em zoológicos, museus, parques aquáticos, marcos históricos, igrejas e vinícolas. Basta escolher os pontos turísticos que mais te interessam. 

Debrecen

Debrecen é a segunda maior cidade da Hungria e se constitui como um centro científico, educacional, cultural e artístico. Ela sedia uma importante universidade húngara, a Universidade de Debrecen. 

Entre as suas atrações, estão o Great Forest Park, o Déri Museum, o Agora Science Adventure Center, a St. Anne’s Cathedral e o Ködszínház. Em Debrecen, você encontrará calmaria e lazer na medida certa, podendo relaxar e se desconectar das obrigações da vida cotidiana. 

Dica para melhor locomoção na Hungria

Seguindo a mesma linha dos países europeus, a Hungria tem uma ótima rede de transportes. O melhor é que, se comparado a outros lugares da Europa, o preço do transporte na Hungria é bem mais em conta.

Uma dica para você se locomover na Hungria é ter o aplicativo BKK instalado no seu smartphone. Este é o app oficial de transporte no país e, com ele, você conseguirá ver qual o melhor horário e o melhor meio de transporte para cada passeio!

Moeda e língua oficial da Hungria

A Hungria faz parte da União Europeia, mas a moeda oficial do país é o Florim Húngaro, então, não dá para incluir a Hungria na sua Eurotrip e utilizar o euro, assim como você fará nos outros vários países.

A língua oficial da Hungria é o Húngaro, que é um idioma que não tem nada a ver com o Português. Porém, muitas pessoas falam inglês lá, então, é mais fácil se virar na Hungria se você falar o Inglês.

Documentação necessária para visitar a Hungria

Para visitar a Hungria, você precisará de passaporte válido por, pelo menos, 6 meses, mas não precisará do visto! Além disso, é preciso o comprovante de passagem de ida e volta, assim como documentos que comprovem o porquê da sua viagem.

Conheça lugares turísticos próximo da Hungria 

A Hungria fica localizada em uma região muito estratégica e excelente para viagens. Ela faz fronteira com muitos países, o que a torna ótima para eurotrips! Áustria, Eslováquia, Eslovênia, Croácia, Romênia e Ucrânia possuem cidades fronteiriças com algumas localidades húngaras, e você pode se aproveitar disso durante a sua vivência por lá. 

Uma ótima possibilidade é a ida a Viena. A viagem de Budapeste à capital austríaca dura de 2 a 3 horas de trem ou ônibus. E o mais interessante dessa aventura é que ambas cidades são extremamente turísticas e repletas de atrativos para você.

Também é possível aproveitar a estadia na Hungria para ir aos outros países mencionados. Basta pensar em quais deles mais te interessam e procurar cidades próximas ao território húngaro. Assim, a sua viagem fica ainda mais completa e inesquecível!

Conclusão

Fazer uma EuroTrip e não visitar a Hungria, especialmente sua capital Budapeste, é não concluir a missão com êxito. Com certeza visitar Budapeste, e passar algum tempo na Hungria é uma oportunidade de visitar o passado, e de vislumbrar o futuro. Já que em tão pouco tempo (pouco mais de 30 anos) o país mudou tanto.

Saiu de um regime comunista e abriu o seu mercado. Mesmo assim, consegue manter sua cultura e tradição e mostra como uma sociedade que luta por liberdade consegue triunfar na história. Passear por Budapeste é entrar num conto de fadas, pois a cidade é uma das mais bonitas do mundo.

Visite Budapeste e se permita desfrutar de uma capital europeia com muita história e com uma arquitetura impressionante. Além disso, ela é uma capital bem acessível em termos financeiros e você não precisa gastar muito para passar dias incríveis por lá. Inclua, sem dúvidas, a Hungria e a cidade de Budapeste no seu roteiro de viagem pela Europa.

Antes de viajar não esqueça de comprar seu chip internacional, conheça os planos da America Chip para viajar para Europa. 

Aproveite para ler também: Conheça Dublin, Irlanda uma cidade incrível e repleta de atrações turísticas.

Comentários:

3 thoughts on “O Melhor da Hungria: História, Cultura, Vida Noturna e Atrações Turísticas

  1. Pingback: Hamburgo: História, Praias, Museus e 20 Pontos Turísticos

  2. Nadab Souza Silva says:

    Estou encantada com esse País, sr um dia eu fizer uma viajem pela Europa, com certeza o visitarei,se assim meu DEUS permitir.Ele pode me levar até ais confins da terra em segurança, assim eu creio, amém.

    • Rodrigo Magalhães says:

      Olá Nadab tudo bem? Sim, certamente existem muitos lugares lindos e estonteantes criados por Deus ao nosso dispor para conhecer e desfrutar! Vai dar certo! Forte abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

A Vibrante Cultura de Bilbao: Passeios, Curiosidades e Turismo Completo

Vai Viajar? Simule seu plano de internet

arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png
arrow-dropdown.png

Chip Portugal AmericaChip: Mais Conectividade e Economia em sua viagem

Chip de Celular na Albânia Com Conexão 5G Ilimitada: Benefícios

Leia mais

A cidade de Bilbao fica na Espanha, mais precisamente no País Basco, no norte do país europeu. Além disso, é conhecida por conseguir misturar seu patrimônio industrial com um renascimento cultura(...)

Leia mais

Conhecer os riscos associados à internet grátis no exterior é importante antes de escolhê-la como sua opção de conectividade internacional. Entenda por que um bom chip internacional confiável faz(...)

Leia mais

A cultura e a história do Camboja são riquíssimas e, apesar de similares às de outros países do Sudeste Asiático em alguns sentidos, é fato: ambas são únicas – e você precisa conhecê-las. N(...)

Leia mais

O chip de celular Bermudas oferece aos viajantes o acesso à internet 5G (e outras gerações de rede móvel) e a outros serviços telefônicos nos territórios ultramarinos britânicos no Caribe.  Vai p(...)

Leia mais

A oitava maior cidade da Califórnia é o destino ideal para os mais variados estilos de viagem. Viva o melhor dos Estados Unidos em uma de suas cidades mais diversificadas: Oakland!  Vizinha (...)

Leia mais

Um roteiro bem planejado transforma qualquer viagem à Capital do Entretenimento Mundial – que, por sinal, vai muito além de seus cassinos. Conheça Las Vegas!  Não há destino como Las V(...)

Leia mais

A cidade de Split fica na Croácia e é a segunda maior do país, atrás somente da capital Zagrebe. Localizada na costa oriental do Mar Adriático, na região da Dalmácia, ela consegue combinar sua hi(...)

Leia mais

Simplifique seu dia a dia e suas tarefas diárias através de um relógio inteligente confiável, que conta com funcionalidades avançadas, integração com smartphones e outros dispositivos, monitorame(...)

Leia mais
Clique aqui e tire suas dúvidas 24h